Djokovic arrow-options
Reprodução/Twitter
'Rei de Melbourne': pela oitava vez na carreira, Djokovic é campeão do Aberto da Austrália

Foi duro, foi mais complicado e demorado do que se podia imaginar e foi com virada, mas o sérvio Novak Djokovic garantiu, na manhã deste domingo (2), seu oitavo título no Aberto da Austrália, aumentando a vantagem na lista de maiores vencedores do torneio disputado em Melbourne.

Leia também: Rodriguinho sai do Cruzeiro e "deixa" dívida de R$ 30 milhões; entenda

Em uma batalha que durou mais de quatro horas e foi recheada de surpresas, Dkojovic bateu o austríaco Dominic Thiem por 3 sets a 2, parciais de 6-4, 4-6,2-6, 6-3 e 6-4 e ficou com mais um troféu nas quadras rápidas australianas.

Com a vitória, o sérvio consegue, pela terceira vez na carreira, somar títulos consecutivos na Austrália, uma vez que também foi vencedor em 2019. Antes, fez a 'trinca' entre os anos de 2011 e 2013 e a dupla no biênio 2015-2016.

O jogo

Djoko arrow-options
Reprodução/Twitter
Em 2020, sérvio teve dificuldades, mas garantiu mais um título em Melbourne

No primeiro set, tudo parecia caminhar para uma vitória tranquila do atual campeão. Quebras de saques e confirmações de serviço levaram o sérvio a abrir boa vantagem no início. Porém, Thiem mostrou poder de reação e chegou a igualar em 4 a 4. Entretanto, a recuperação parou por aí e o set foi definido em 6 - 4 para Djokovic.

O segundo set mostrou que a partida não seria fácil. Thiem conseguiu quebrar o serviço de Djoko logo no início, abriu 3 a 1, chegou a ver o placar ser igualado novamente no 4 a 4, mas voltou a derrubar o rival em um game de saque e devolveu o 6-4 em seu último serviço.

A terceira parcial foi o momento de maior dificuldade de Djokovic em toda a partida. Com um serviço inconsistente, e vendo o rival melhorar o jogo de fundo de quadra e devolver bolas rápidas, o sérvio sucumbiu rapidamente, só conseguiu fechar dois de seus games de serviço e acabou ficando atrás no placar, com Thiem fechando o set em rápidos 6-2 e fazendo 2 a 1.

Com a vantagem, Thiem só precisava de mais um set para fechar o jogo e confirmar a zebra. Porém, mesmo em um dia com pouco brilho, do outro lado estava o atual campeão. No início, eles apenas trocaram serviços até que o placar apresentou o empate em 3 a 3 e Djokovic conseguiu, enfim, quebrar o serviço de Thiem. A vitória por 6-3 veio com um game tranquilo e garantiu o quinto e decisivo.

Leia também: Confira os 8 esportes mais perigosos e extremos do mundo

Na última parcial, quando o relógio já marcava mais de três horas de batalha, Djokovic quebrou o saque de Thiem logo no terceiro game. A partir daí, jogou apenas para trocar games, garantir seus saques e fechar o duelo em 6-4 e 3 sets a 2.

    Veja Também

      Mostrar mais