Tamanho do texto

Espanhol de 32 anos aumenta a sua dominância no saibro, permanece na primeira posição do ranking e fica a três títulos de Slam de igualar Federer

Parece reprise, mas não é: Rafael Nadal conquistou mais uma vez Roland Garros . Neste domingo, na final contra o austríaco Dominic Thiem , o espanhol venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/3 e 6/2 e agora soma 11 títulos do torneio francês, o 17º de Grand Slam, naquela que foi a 24ª decisão dos maiores torneios de tênis.

Leia também: Tricampeão de Roland Garros, Guga é nomeado embaixador mundial do torneio

Rafael Nadal abraça o seu 11º troféu de campeão de Roland Garros
Reprodução/Twitter/ATPWorldTour
Rafael Nadal abraça o seu 11º troféu de campeão de Roland Garros

"Impossível acreditar em tudo isso, é mais que um sonho ganhar Roland Garros pela 11ª vez", afirmou Nadal após a partida. "Essa torcida e atmosfera são inigualáveis. Os torcedores da França sabem torcer como poucos. Aguardo todo ano por esse momento. É o melhor torneio do mundo", acrecentou, segurando as lágrimas.

Esta foi a 87ª vitória do espanhol de 32 anos no saibro de Roland Garros. Já o jovem adversário de 24 anos fez sua primeira final de Grand Slam, sendo que nos dois últimos anos ele foi eliminado nas semifinais da competição francesa.

Leia também: Halep vira sobre Stephens e conquista Roland Garros, seu primeiro Grand Slam

Além disso, foi o décimo jogo entre os dois tenistas. O número 1 do mundo agora tem sete vitórias, enquanto o austríaco, que é o oitavo no ranking da ATP, venceu no Aberto de Buenos Aires, em 2016, no Masters 1000 de Roma, em 2017, e no Masters 1000 de Madri este ano, tornando-se o único a derrotar o espanhol no saibro em 2018.

Presenças ilustres

E Nadal mostrou seu ótimo tênis em quadra sob os olhares de importantes personalidades, como o ex-técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, o tricampeão de Roland Garros, Gustavo Kuerten, o Guga, e até o cantor e um dos fundadores da banda Pink Floyd, Roger Waters.

Números

Como já falado, este foi o 17º título de Grand Slam de Rafael Nadal, sendo 11 na França, três no Aberto dos Estados Unidos, em 2010, 2013 e 2017, dois em Wimbledon, 2008 e 2010, e um no Aberto da Austrália, em 2009. Ele fica atrás somente do suíço Roger Federer, que tem 20 conquistas.

Leia também: Maria Esther Bueno, lenda do tênis, morre em São Paulo aos 78 anos

Desde 2005, quando Nadal iniciou sua dominância em Roland Garros, apenas Federer, em 2009, Stan Wawrinka, em 2015, e Novak Djokovic, em 2016, conseguiram levantar o troféu em Paris. Entre as mulheres, a grande campeã de 2018 foi a romena Simona Halep .