Tamanho do texto

Canal alega problemas de sinal para justificar ausência de jogo de Marcelo Melo em sua grade. Mineiro é derrotado pela semi do ATP Finals em Londres, mas segue líder do ranking mundial

Melo fecha a rede, com Dodig ao fundo. Derrota na semi, fim de um grande ano
Clive Brunskill/Getty Images
Melo fecha a rede, com Dodig ao fundo. Derrota na semi, fim de um grande ano


O "SporTV" despertou a ira dos torcedores brasileiros de tênis na manhã deste sábado (21). O canal ignorou a partida semifinal do ATP Finals de duplas, com Marcelo Melo, atual número um do mundo, em ação.

O mineiro entrou em quadra às 10h (horário de Brasília) ao lado do croata Ivan Dodig. Os dois foram derrotados pelo indiano Rohan Bopanna e pelo romeno Florin Mergea por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-2, em apenas 59 minutos de jogo.

O canal oficialmente alegou problemas na geração de sinal a partir de Londres, onde é disputado o torneio que reúne os melhores tenistas do ano. Ao mesmo tempo, assegurou que vai transmitir os jogos de simples programados para o dia. São dois clássicos: Roger Federer x Stanislas Wawrinka e Rafael Nadal x Novak Djokovic.

Entre tanta reclamação nas redes sociais, destaca-se a de Jorge Lacerda, presidente da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), que não quis saber. Foi ao Twitter e detonou a costumeira parceira da entidade nos jogos brasileiros de Copa Davis:

O dirigente, inclusive, decidiu por conta própria dar parciais do confronto. O canal principal passava a Superliga de vôlei com Maringá x Sesi. No SporTV 2, aquele que costuma acolher os torneios de tênis da casa, estava no ar um VT de Golden State Warriors x Los Angeles Clippers. No terceiro feed, era a vez das finais do evento-teste de tênis de mesa para o Rio 2016.

Terminou assim a temporada incrível de Melo, que vai entrar em 2016 como o líder do ranking mundial entre os duplistas. Ele foi campeão dos torneios de Acapulco, Tóquio, Xangai, Viena e Paris. Além disso, faturou seu primeiro Grand Slam, em Roland Garros. Foram 54 vitórias e 17 derrotas no total e mais de US$ 1 milhão em premiação.