Tamanho do texto

Tenista sérvio, número 1 do mundo, derrotou suíço e fará a grande final do torneio francês contra o espanhol, hexacampeão em Paris

Djokovic se vingou de Federer e avançou à final em Roland Garros
AP
Djokovic se vingou de Federer e avançou à final em Roland Garros

O sérvio Novak Djokovic está na final de Roland Garros pela primeira vez em sua carreira. Nesta sexta, o tenista número 1 do mundo, venceu o duelo contra Roger Federer por 3 sets a 0, parciais de 6/4, 7/5 e 6/3 e se classificou para a grande decisão do torneio francês. Na final, que será realizada neste domingo, a partir das 10hs (horário de Brasília), o sérvio vai duelar contra Rafael Nadal, hexacampeão de Roland Garros.

Djokovic vai derrotar Nadal na final de Roland Garros? Deixe o seu comentário

A vitória contra Federer pode ser considerada uma revanche em Paris. Em 2011, o suíço derrotou o sérvio na mesma fase de Roland Garros e acabou com a invencibilidade de Djokovic no ano passado. Na final, Federer foi derrotado por Rafael Nadal.

Leia mais:  Nadal humilha Ferrer e vai à final de Roland Garros em busca de recorde

Novak Djokovic já conquistou os outros três Grand Slams do circuito (Aberto da Austrália, Wimbledon e Aberto dos Estados Unidos) e Roland Garros é o único título que resta em sua carreira.

Veja fotos das musas de Roland Garros: 


Mesmo com o êxito nesta sexta, o sérvio ainda está em desvantagem no confronto direto contra o número 3 do mundo. Djokovic chegou a 12 vitórias no duelo, mas Federer ainda tem 14.

Confira ainda:  Sharapova vai à final de Roland Garros e retorna ao posto de número 1 do mundo

Apesar do placar de 3 sets a 0, a partida não foi tão fácil para o sérvio. Com a sua poderosa direita entrando, o suíço tomou a iniciativa do jogo e conseguiu quebrar o saque de Djokovic. Porém teve seu serviço quebrado rapidamente, pois abusou muito dos erros não forçados, 47 em toda a partida. Com isso, o número 1 do mundo fechou o primeiro set por 6/4.

Na segunda parcial os dois tenistas seguiram trocando quebras no serviço, Federer tinha a vantagem do saque com 5/4 no placar, mas não soube aproveitar a chance. Djokovic se recuperou no fim do set e fechou a parcial por 7/5. Federer continuou errando bastante no último  set e o líder do ranking da ATP não teve dificuldades para finalizar o jogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.