Tamanho do texto

Maior parte do aumento de R$ 4,5 milhões na premiação será destinado àqueles que ficaram pelo caminho

selo

Kvitova e Djokovic venceram o torneio de Wimbledon na temporada 2011
Getty Images
Kvitova e Djokovic venceram o torneio de Wimbledon na temporada 2011
O All England Club anunciou nesta terça-feira o aumento da premiação de Wimbledon em 10%, com a maior parte destes recursos sendo destinados aos tenistas precocemente eliminados no Grand Slam londrino. Com essa decisão, os organizadores tentam tornar mais justa a distribuição dos prêmios aos jogadores.

Leia também: Guga comemora confirmação de ATP 500 no Rio de Janeiro em 2014

A premiação total de Wimbledon neste ano será de 16,1 milhões de libras (cerca de R$ 49 milhões). Os campeões das chaves masculina e feminina do torneio vão receber 1,15 milhão de libras (aproximadamente R$ 3,5 milhões), o que significa um incremento de 50 mil libras (cerca de R$ 150 mil) em relação ao prêmio pago pelo All England Club aos vencedores de 2011.

Assim, a maior parte do aumento de 1,5 milhão de libras (aproximadamente R$ 4,5 milhões) da premiação será destinada aos tenistas que forem eliminado nas primeiras rodadas ou até mesmo no qualifying de Wimbledon. Os organizadores definiram que o tenista que cair até as oitavas de final vai receber um valor ao menos 13% superior ao pago em 2011.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nós percebemos a necessidade de ajudar os jogadores em face dos custos crescentes associados ao tênis profissional", disse Philip Brook, presidente do All England Club, explicando a decisão de incrementar o valor pago aos tenistas que são eliminados nas rodadas iniciais.

Terceiro Grand Slam da temporada, Wimbledon será disputado neste ano entre os dias 25 de junho e 8 de julho. Em 2011, o sérvio Novak Djokovic foi campeão da chave masculina, enquanto a tcheca Petra Kvitova faturou o título do torneio feminino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.