Bruno Lage vive momento de oscilação no Botafogo, que vê Palmeiras diminuir a vantagem
- Foto: Vitor Silva/Botafogo
Bruno Lage vive momento de oscilação no Botafogo, que vê Palmeiras diminuir a vantagem

Após ter a melhor campanha da história em um primeiro turno, o Botafogo liga o sinal de alerta pela primeira vez no returno do Campeonato Brasileiro. Com duas derrotas consecutivas, o trabalho de Bruno Lage começa a ser questionado nas redes sociais. Ainda mais comparado ao de seus antecessores: Luís Castro e o interino Cláudio Caçapa. No último sábado, a equipe perdeu para o Atlético-MG, na Arena MRV, e viu a diferença para o Palmeiras, segundo colocado, cair para sete pontos.

No momento, Bruno Lage soma 12 pontos dos 24 disputados pelo Brasileirão (50%). Com o português no comando, a equipe teve três vitórias (Coritiba, Internacional e Bahia), três empates (Santos, Cruzeiro e São Paulo) e duas derrotas (Flamengo e Atlético-MG). No total, somando o desempenho na Copa Sul-Americana, o treinador tem 46,1% de aproveitamento.

Ao levar em conta apenas os números do returno, o Botafogo ocupa somente a 14ª colocação, com 4 pontos. Na segunda metade da competição, o time de General Severiano está atrás de adversários que estão na luta contra o rebaixamento, como Vasco, Bahia e América-MG. Por outro lado, o Palmeiras, principal rival na briga pelo título, lidera o returno com 10 pontos e já diminuiu a diferença.

Com 50% de aproveitamento, o Alvinegro estaria na oitava colocação apenas com os números de Bruno Lage, que ainda estão distantes de Luís Castro e Cláudio Caçapa. O compatriota, por sinal, somou 21 pontos nas oito primeiras rodadas, com quatro triunfos a mais e apenas uma derrota. O interino, por sua vez, esteve à beira do campo em apenas quatro oportunidades, mas deixou o clube com 100% de aproveitamento.

RETOMAR O CAMINHO DAS VITÓRIAS

Diante desse cenário, o foco do treinador é assimilar o momento e voltar a vencer o mais rápido possível. Em 2017, o Corinthians fazia uma campanha semelhante a do Botafogo e também passou por um período de turbulência com três derrotas nas quatro primeiras partidas do returno. Na ocasião, os comandados de Fábio Carille evitaram que a oscilação tirasse o time do caminho do título e ergueu a taça no fim da temporada.

Durante a última coletiva, Bruno Lage ressaltou que as duas derrotas foram esporádicas e deu ênfase a possíveis erros de arbitragem. O Botafogo alegou que a arbitragem errou ao anular o gol de Diego Costa na reta final do confronto com o Atlético-MG, na Arena MRV. Além disso, também acredita que houve falta na disputa entre Wesley e Tchê Tchê, no lance anterior ao gol de Bruno Henrique, do Flamengo, no último dia 2.

“Acredito e estou aqui com muita energia para continuar a trabalhar desta forma. Olhando para o que temos feito ao longo do campeonato, tirando esses dois jogos em que fomos prejudicados pela arbitragem, nós tínhamos conquistado pontos fora e dentro de casa”, destacou o treinador.

Apesar das duas derrotas, o Glorioso possui 81,2% de chance de título e 99,9% de estar na Libertadores, de acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O Palmeiras, por sua vez, tem 9,9%, enquanto o Grêmio, atual terceiro colocado, soma 3,9%.

PRÓXIMO COMPROMISSO

O Alvinegro volta a campo na próxima sexta-feira (22), contra o Corinthians, às 20h (de Brasília), na Neo Química Arena, em Itaquera, pela 24ª rodada. Com o revés para o Galo, a diferença para o Palmeiras é de sete pontos, restando quinze rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

APROVEITAMENTO DE BRUNO LAGE NO BRASILEIRÃO

12 pontos em 24 disputados (50%)
8 jogos
3 vitórias
3 empates
2 derrotas
13 gols marcados
7 gols sofridos

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook .

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!