Botafogo atinge segundo maior jejum sem vitórias e coloca título do Brasileirão em cheque
Foto: Vítor Silva/Botafogo
Botafogo atinge segundo maior jejum sem vitórias e coloca título do Brasileirão em cheque

A vida do torcedor botafoguense não tem sido fácil nas últimas rodadas do Brasileirão. Mesmo sendo líder com 59 pontos, o Glorioso está empatado em pontos com o Palmeiras, mas possui uma partida a menos em comparação ao alviverde paulista. A equipe carioca alcançou o segundo maior período sem vitórias, com quatro. A primeira sucessão de resultados negativos foram cinco partidas.

A primeira ocasião sem vitórias ocorreu na passagem do português Bruno Lage pela equipe. Após início promissor, com dez jogos de invencibilidade, ocorreu uma queda brusca de rendimento, com quatro derrotas consecutivas, sendo uma diante do Defensa Y Justicia na Copa Sul-Americana, que sacramentou a eliminação do Glorioso da competição continental. Após três derrotas consecutivas para Flamengo, Atlético Mineiro e Corinthians, Lage deixou o clube após um empate diante do Goiás no Nilton Santos. A opção de deixar Tiquinho Soares no banco marcou uma ruptura com o elenco e direção, culminando na demisssão dele.

+ Siga o Esporte News Mundo no Instagram , Twitter e Facebook .

Após a saída de Lage, o Botafogo apostou em uma solução caseira, com dois ex-jogadores como integrantes da comissão técnica. Lúcio Flávio foi promovido a treinador, acompanhado de Joel Carli como assistente. O começo animou, duas vitórias fora de casa diante de Fluminense e América-MG recuperaram a alegria da torcida. Mas foi a partir do empate diante do Athletico no Nilton Santos que a sequência negativa começou. O Botafogo se encontrava em um momento crucial no campeonato, com duas partidas a serem disputadas dentro de casa, contra Cuiabá e Palmeiras. Perderam ambas. A mais dolorida foi para os paulistas. Em um jogo com clima de final e estar com uma vantagem de 3 a 0 no intervalo, o alvinegro carioca cedeu a virada, reacendendo a luta pelo título brasileiro e colocando o Palmeiras como principal rival pelo título.

A partida diante do Vasco na última segunda-feira (6) foi a demonstração de um time abalado emocionalmente. Em uma atuação fraca e claramente pressionado pelo atmosfera criada pela torcida vascaína em São Januário, o Botafogo chegou a terceira derrota consecutiva e abriu ainda mais a disputa pelo título, com Palmeiras e Red Bull Bragantino na cola.

+Botafogo vai manter Lúcio Flávio; Cuca foca em resolver condenação no exterior

O alerta vermelho está ligado. Todos apontam para Lúcio Flávio como culpado e a permanência dele é questionada, mas a verdade é que o time não vinha bem desde a passagem de Lage. Nos últimos 20 jogos, são apenas seis vitórias, sete empates e sete derrotas. O Botafogo ainda pode ser campeão, a questão é se o Glorioso conseguirá ter forças para se manter no topo.

+Leia mais sobre o Botafogo

    Mais Recentes

      Comentários

      Clique aqui e deixe seu comentário!