Tamanho do texto

Jogadores da equipe masculina seguem participando de torneios e assim chegarem em um ritmo forte no México

A poucas semanas para o início dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , no México, os três representantes do Brasil na chave masculina do tênis seguem competindo, para desta forma chegar num ritmo forte para os Jogos.

Ricardo Mello , João Olavo Souza, conhecido como Feijão , e Rogério Dutra Silva disputarão o Pan pela primeira vez na carreira. O Brasil vem de vitórias na competição masculina – Flávio Saretta foi ouro no Rio-2007 e Fernando Meligeni, em Santo Domingo-2003.

Nesta terça-feira, Feijão, segundo melhor tenista do país – é o 102º colocado no ranking mundial - estreia no ATP de Bangkok contra Yen Lu, de Taiwan, 69º do mundo. O jogador brasileiro foi quadrifinalista em Bucareste, na semana passada, e terá pouco tempo para se adaptar ao fuso horário (dez horas de diferença em relação ao Brasil).

Mello, 123º do ranking, e Rogério, 118º, optaram pelo mesmo torneio nesta semana, o Recife Open, competição da série Challenger, disputada em quadras montadas na orla da praia de Boa Viagem. Os dois são cabeças-de-chave. Mello enfrentará na estreia o também brasileiro José Pereira. Já Rogério espera por um jogador que virá do qualifying.

O torneio em Recife também está sendo disputado pelo chileno Nicolas Massu. O jogador já ostentou a nona colocação no ranking mundial, mas devido a uma série de lesões, hoje amarga o 442º lugar. Massu venceu cinco torneios da série ATP na carreira, mas seu maior feito foi ter conquistado duas medalhas de ouro, em simples e duplas, nas Olimpíadas de Atenas, em 2004. Um bom exemplo para os brasileiros que lutarão por medalhas no Pan de Guadalajara.

O torneio de tênis do Pan começa dia 17 de outubro, e será disputado no Complexo Telcel. A CBT (Confederação Brasileira de Tênis) está definindo a data da viagem, mas a ideia é embarcar uma semana antes do início da competição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.