Tamanho do texto

Brasileira esteve sob pressão de adversária cubana durante toda a disputa e ao final, não conseguiu igualar a marca da adversária

EFE
Fabiana Murer perdeu a disputa com adversária cubana e ficou com a prata no salto com vara
A brasileira Fabiana Murer contradisse todo o favoritismo que tinha entre as atletas que competiram no salto com vara nos Jogos Pan-Americanos . Ela perdeu a disputa com a cubana Yarisley Silva pelo ouro. Fabiana ficou apenas com a prata na tarde desta segunda-feira em Guadalajara. A brasileria saltou 4m70. Yarisley marcou 4m75 e garantiu o lugar mais alto do pódio. A americana Rebecca Holliday ficou com a medalha de bronze.

Leia ainda: Cruz Nonata fatura a prata nos 10 mil feminino

Além de perder uma medalha de ouro dada como certa, Fabiana também ficou sem o recorde Pan-Americano, que era dela, com a marca de 4m60, conquistado no Pan do Rio de Janeiro em 2007. A outra brasileira na disputa do salto com vara, Karla Silva, ficou em quarto lugar.

Veja também: Com bronze, Joilson Silva é o terceiro medalhista do atletismo

O caminho para a medalha foi emocionante e teve momentos de nervosismo extremo para Fabiana. Ela só conseguiu passar pelos 4m50 na última tentativa, o que a cubana Yarisley Silva havia conseguido na primeira chance.

Leia ainda: Com arrancada no final, Adriana da Silva leva o ouro na maratona

Em seguida, Fabiana foi para o salto dos 4m60 e perdeu sua primeira tentaviva. A cubana passou pela marca na primeira chance e jogou toda a pressão sobre a brasileira. Na segunda tentativa, Fabiana foi para os 4m65, mas novamente perdeu a chance. No último salto e, portanto, se perdesse ficaria com a prata, Fabiana passou pelos 4m65 e devolveu a responsabilidade para Yarisley.

Acompanhe o blog Espírito Olímpico e confira as últimas análises do Pan

Em seguida, a brasielira foi para 4m70 e conseguiu cumprir a marca na primeira chance, aumentando ainda mais a pressão sobre a adversária. Nada que fizesse a cubana esmorecer, ela assinalou a altura na primeira chance. Ambas foram para 4m75 e enquanto a brasileira perdia a primeira tentativa, Yarisley mantinha 100% de aproveitamento e cumpria a marca no primeiro salto. A brasileira voltou a perder o salto na segunda e terceira chances, a primeira para 4m75 e a segunda para 4m80.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.