Tamanho do texto

Dos cinco conjuntos que estarão em Guadalajara quatro são formados por animais dessa raça

Rogério Clementino e seu cavalo Sargento Top, vão em busca de medalhas para o Brasil no adestramento
Wagner Carmo/Inovafoto/COB
Rogério Clementino e seu cavalo Sargento Top, vão em busca de medalhas para o Brasil no adestramento
Os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara receberão uma equipe brasileira de hipismo na modalidade adestramento muito especial para os apreciadores do cavalo Puro-Sangue Lusitano. Dos cinco conjuntos participantes, quatro são animais desta raça, contando com o atleta reserva.

Mauro Pereira Júnior com Tulum Comando SN, Rogério Clementino com Sargento do Top, Luiza Almeida com Pastor são os conjuntos titulares que possuem em sua formação cavalos Lusitanos. Completa a equipe o atleta Leandro Aparecido da Silva e o cavalo L’Acteur VDL da raça Holsteiner. Na reserva, está Manuel Almeida Neto com o também PSL, Viheste.

Leia também: Adestramento brasileiro busca vaga olímpica no Pan

O cavaleiro Mauro Pereira Júnior elogia a parceria com o seu cavalo lusitano. "A parceria com o Tulum Comando SN é perfeita, e se concretizou nestes últimos sete meses em que ele se recuperou e conquistamos médias de 70%. Este cavalo esteve parado por dois anos e já faz grandes participações. É gratificante e maravilhoso”, diz Mauro Pereira Júnior.

Já Rogério Clementino, medalhista de bronze por equipes nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, também comenta sobre o seu animal. "O Sargento do Top está muito bem preparado. Estou confiante nele. Hoje, a grande evolução do Sargento do Top nas competições é no trote”, finaliza o atleta de 29 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.