Tamanho do texto

Além de competir na modalidade, Gustavo Trainini treina falcões para espantar outras aves em aeroportos

Fora dos períodos mais intensos de treinos, Gustavo divide o tempo entre o tiro com arco e o treinamento de falcões
Divulgação
Fora dos períodos mais intensos de treinos, Gustavo divide o tempo entre o tiro com arco e o treinamento de falcões
Muitos atletas brasileiros, de várias modalidades, se vêem obrigados a possuir uma outra atividade profissional para complementar sua renda. O gaúcho Gustavo Trainini , que representará o tiro com arco brasileiro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara , possui uma atividade no mínimo diferente. Ele é falcoeiro.

Conheça os destaques do tiro com arco no Pan

Trainini tem uma empresa de consultoria ambiental, que treina falcões para espantar outras aves dos aeroportos brasileiros, com o intuito de evitar colisões entre os animais e os aviões. “É algo inovador aqui no país. Colocamos nossos falcões em alguns aeroportos para afugentar outras aves e os resultados têm sido muito bons. O índice de incidentes está diminuindo”, disse Gustavo.

O arqueiro gaúcho também fala sobre a experiência de trabalhar com falcões robô. “Também importamos alguns falcões robô de fora, guiados por controle remoto e os resultados são bons também”, comenta o atleta brasileiro.

O arqueiro brasileiro deixa claro também que nessa época de preparação total para o Pan , o trabalho com falcões fica um pouco de lado. “Nesse período final de preparação, a equipe toda está treinando em Campinas com o objetivo de conseguir uma medalha para o Brasil no tiro com arco, então é inevitável deixar a empresa e os falcões de lado”, afirmou Trainini.

Fora dos períodos mais intensos de treinos, Gustavo divide o tempo entre o tiro com arco e o treinamento de falcões
Divulgação
Fora dos períodos mais intensos de treinos, Gustavo divide o tempo entre o tiro com arco e o treinamento de falcões

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.