Tamanho do texto

Atletas paralímpicos surpreendem, quebram recordes mundiais e aumentam expectativa para as finais da natação

Hongguang Jia é o novo recordista mundial
COI/DIVULGAÇÃO
Hongguang Jia é o novo recordista mundial

Logo no primeiro dia de competições, quem esteve no Estádio Aquático Olímpico pôde presenciar a quebra de cinco recordes mundiais - todos nas provas classificatórias- nas piscinas dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, segundo os dados do Comitê brasileiro.

TEMPO REAL:  Acompanhe como estão as competições no Rio 2016

De apenas 16 anos, a jovem atleta dos Países Baixos, Lisa Kruger cravou o tempo de 1min15s47 na prova dos 100m peito da classe SB9.

Mais uma jovem quebra o recorde mundial. Do Uzbequistão, Fotimakhon Amilova, de 17 anos, terminou a prova dos 100m borboleta da classe S13 com o tempo de 1min04s72. 

VÍDEO:  Brasileiro garante o primeiro ouro. Veja como foi

Com dois recordes mundiais, a China não deu chance para seus adversários. Nos 100m costas masculino, classe S6, Hongguang Jia fechou a prova em 1min12s27, deixando para trás seu compatriota e atual campeão Paralímpico Tao Zheng, que fechou a prova na segunda colocação

"Uau, eu fui muito bem. Não era isso que eu tinha planejado", disse Jia após a prova. "Minha família lá na China vai ficar muito feliz. Mas vencer a prova classificatória não significa que você vai conquistar a medalha de ouro".

Agora com as mulheres, a chinesa Linling Song quebrou o recorde mundial dos 100m costas da classe S6 com o tempo de 1min24s66.

A britânica e campeã Paralímpica Bethany Firth, protagonizou a quinta quebra de recorde desse primeiro dia de competição dos  Jogos Paralímpicos Rio 2016. Na prova dos 100m costas da classe S14, a atleta fez o tempo de 1min04s53."Eu realmente não esperava quebrar o recorde na classificatória. Estou feliz demais com minha prova. As garotas realmente impulsionam umas às outras. Mal posso esperar pelas finais", finalizou Bethany.

MUDANÇA:  De Paraolimpíada a Paralimpíada. Entenda