Tamanho do texto

Goleiro brilhou ao defender a cobrança do atacante Petersen, que foi fundamental na conquista da medalha de ouro

Estadão Conteúdo

O goleiro Weverton disse neste sábado, após o Brasil ganhar o ouro olímpico dos Jogos do Rio de Janeiro, que sonha com oportunidade na seleção principal com o técnico Tite. O jogador de 28 anos, que ganhou oportunidade de ser o titular no gol na última hora, defendeu pênalti na final contra a Alemanha, no Maracanã, e disse viver momento mágico que o credencia a ter expectativas maiores na carreira.

VEJA:  Festa no Maracanã! Brasil bate Alemanha nos pênaltis e conquista o ouro inédito

Weverton defendeu a última cobrança da Alemanha
Reprodução Twitter
Weverton defendeu a última cobrança da Alemanha


"Minha ficha ainda não caiu. Estou vivendo um momento espetacular, sensacional. Se a chance na seleção principal vier, será tão inacreditável quanto foi chegar até a equipe olímpica", comentou o goleiro na zona mista do estádio.

O convocado de última hora para a vaga de Fernando Prass, machucado, defendeu a cobrança do alemão Petersen, fora acertar o canto em outros chutes dos adversários. "Eles estavam batendo forte, batendo firme. E eu estava acertando o canto. Na hora certa, aconteceu [a defesa]", celebrou.

CONFIRA: Brasileiro Maicon Andrade surpreende e faz história com bronze no tae kwon do

A primeira convocação do técnico Tite para a seleção principal será na segunda-feira, para os jogos contra Equador e Colômbia pela seleção principal. "Dar alegria à nação brasileira é incrível. Ainda não consigo acreditar em tudo o que passou. Estou muito feliz", disse o jogador do Atlético-PR, que antes da convocação para a Olimpíada, jamais tinha recebido chamados para defender a equipe.

Weverton comemorou em campo com a bandeira do estado onde nasceu, o Acre. O goleiro também ressaltou que a conquista coroa uma trajetória vitoriosa na carreira. "Cheguei no Atlético-PR para disputar uma Série B. Cativei a identificação com a torcida e tive a honra de ser lembrado na seleção. Tenho muito orgulho", comentou o goleiro.

    Leia tudo sobre: Futebol