Tamanho do texto

Ludger Beerbaum anunciou sua aposentadoria da equipe alemã após levar o bronze no Rio de Janeiro

Ludger Beerbaum se aposentou do hipismo
Site oficial
Ludger Beerbaum se aposentou do hipismo

“Uma lenda, um cavaleiro completo e  um homem que está profundamente envolvido no desenvolvimento do esporte". Essa foi a descrição dada pelo diretor de salto da FEI,  John Roche, em referência ao cavaleiro olímpico Ludger Beerbaum, após o anúncio da sua aposentadoria da equipe nacional da Alemanha. 

Beerbaum, que completa 53 anos de idade neste mês de agosto, tem sido o destaque nos campeonatos de seu país por mais de 30 anos. Ganhou sua primeira medalha olímpica por equipe em Seoul (Coreia), com o cavalo The Freak, em 1988, e duas mais em Atlanta (EUA) em 1996, com a égua Ratina Z, e com Goldfever, em Sydney (Austrália) em 2000. O ouro individual conquistado em Barcelona (Espanha), em 1992, foi particularmente memorável, alcançado após um momento assustador nas primeiras etapas da competição, quando caiu do cavalo.

Em sua sétima participação olímpica no Rio de Janeiro, na última quarta-feira, ele levou o bronze por equipe para sua coleção de medalhas. Tudo isso sem contar os dois ouros, uma prata e um bronze em campeonatos mundiais, e outros seis ouros, três pratas e dois bronzes em europeus.

Ludger Beerbaum sempre quis parar no topo e fará sua última aparição no time alemão durante a final de salto da Copa das Nações da FEI, em Barcelona (Espanha), mês que vem. “Foi uma decisão difícil”, ele diz. Mas ele não está deixando o esporte completamente. “Estou trabalhando em uma série de projetos e vou focar nos meus estábulos em casa e no treinamento e venda de cavalos”.

Sua influência será sentida de muitas formas, pois seu centro equestre, Riesenback International, aberto no ano passado, vai sediar torneios, palestras e seminários. “Eu não ficarei entediado”, disse o cavaleiro alemão. “Estou grato em ter representado a Alemanha como cavaleiro. Agora esse é um trabalho para meus colegas mais jovens”.