Tamanho do texto

A 2ª fase da prova de saltos do hipismo será disputada na terça-feira, às 10 horas, quando serão eliminados mais 15 cavaleiros para a 3ª fase da disputa

Estadão Conteúdo

Cavaleiro Doda Miranda faz parte da equipe brasileira de saltos
Divulgação
Cavaleiro Doda Miranda faz parte da equipe brasileira de saltos

A equipe brasileira teve um excelente início na prova de saltos do hipismo na Olimpíada do Rio. Neste domingo, no Centro Olímpico de Hipismo, em Deodoro, três dos quatro atletas nacionais zeraram o percurso na primeira classificatória. Todos estão garantidos na segunda fase da competição - dos 75 conjuntos, 60 avançavam.

LEIA MAIS:  Você sabe quanto custou o cavalo mais caro do mundo? Confira o top 10

Como as provas do individual valem também por equipes, o Brasil carregou os bons resultados e terminou o primeiro dia na liderança, ao lado da Alemanha, com nenhum ponto perdido - o pior resultado de cada time é descartado. Em seguida vêm Holanda, Canadá, Suíça e França, com quatro pontos perdidos.

LEIA MAIS:  Equipe alemã de adestramento fatura o ouro no hipismo no Rio

O primeiro brasileiro a entrar na pista foi Eduardo Menezes, justamente o único que derrubou um obstáculo e perdeu quatro pontos. Depois vieram Stephan Barcha, Álvaro de Miranda Neto, o Doda, que já soma duas medalhas olímpicas, e Pedro Veniss. Todos zeraram o percurso.

LEIA MAIS:  Campeão olímpico Guerdat corre em busca de mais um ouro

Dos 60 cavaleiros que avançaram à segunda fase, 24 não cometeram nenhuma falta. Já dois perderam um ponto e outros 24, como o brasileiro Eduardo Menezes, têm quatro pontos perdidos.

A segunda fase da prova de saltos do hipismo será disputada na terça-feira, às 10 horas, quando serão eliminados mais 15 cavaleiros para a terceira fase da disputa.