Tamanho do texto

Etenesh Diro ocupava a 2ª posição quando teve o calcanhar pisado por adversária; ela fez o 24º tempo da qualificatória

A etíope Etenesh Diro era uma das favoritas nos 3.000 m com obstáculo
Reprodução Twitter
A etíope Etenesh Diro era uma das favoritas nos 3.000 m com obstáculo

Estadão Conteúdo

Por decisão da arbitragem, a etíope Etenesh Diro avançou à final dos 3.000 metros com obstáculos neste sábado, mesmo não tendo conseguido fazer o tempo necessária para se classificar. 

Rio 2016: Acompanhe os Jogos Olímpicos em tempo real

Uma das favoritas, Etenesh estava entre as líderes da prova até os 1.000 metros, quando teve o calcanhar pisado por uma das adversárias, que tropeçou. Com a sapatilha do pé direito rasgada, tentou recolocá-la, mas decidiu tirar o calçado e seguir em frente até cruzar a linha de chegada.

Os árbitros, então, entenderam que a atleta da Etiópia foi prejudicada e decidiram deixá-la disputar a final. Outras duas atletas receberam o mesmo benefício:  Sara Louise Treacy, da Irlanda, e Aisha Praught, da Jamaica. 

Fique por dentro: Quadro de medalhas do Rio 2016

DRAMA

O choro transpareceu o sacrifício ao término da prova, e Etenesh deixou a pista no Engenhão amparada por funcionários após recusar a cadeira de rodas. Seguiu para o departamento médico para receber atendimento. A etíope contou com o apoio da torcida presente em bom número nas arquibancadas durante todo o percurso e foi ovacionada pelo seu esforço assim que desabou no chão.

Com os tempos registrados na temporada, Etenesh teria facilmente se classificado para a final olímpica. O incidente, entretanto, fez a atleta registrar apenas 9min34s70 e terminar sua bateria em 7º lugar. Na classificação geral, ocupou somente a 24ª colocação. Assim, a favorita nos 3.000 metros com obstáculos deixa a Olimpíada do Rio com um gosto amargo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.