Tamanho do texto

Atleta foi o primeiro medalhista do Brasil nos Jogos Olímpicos

Estadão Conteúdo

Primeiro medalhista do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, Felipe Wu não encerrou bem a sua participação. Nesta quarta-feira, no Centro de Tiro Esportivo de Deodoro, o brasileiro foi só o 39.º colocado na prova pistola 50 metros, que não é sua especialidade. Wu só ficou à frente de um panamenho e um boliviano.

Confira o tempo real dos Jogos do Rio 2016

"Até hoje (quarta) estava focado na prova de hoje. Não tive o resultado que eu esperava. Ontem (terça) treinei muito mal. Hoje foi horrível. Tenho que treinar muito na pistola 50m. Termino a Olimpíada com vontade de treinar, mas saio satisfeito com a medalha", disse, ao sair da classificação.

Felipe Wu não foi bem na última prova que disputou nos Jogos
Reprodução/Twitter
Felipe Wu não foi bem na última prova que disputou nos Jogos

Wu conseguiu vaga no Rio-2016 por ter sido campeão dos Jogos Pan-Americanos da pistola de ar 10 metros. Mas, pelas regras da modalidade, um atleta com vaga na Olimpíada pode participar de outras provas da mesma disciplina (no caso, da carabina e pistola) se tiver atingido um índice mínimo estipulado pela Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF). Foi esse o caso de Felipe com a pistola 50m.

Handebol:  Brasil sofre primeira derrota no torneio feminino de handebol da Olimpíada

"Eu treinei igual a pistola de ar e a pistola 50m. O treino aqui (no estande em que o alvo fica a 50m) ajuda a prova de 10 metros e o treino lá não ajuda aqui. Então talvez eu tenha que começar a treinar mais nos 50 metros", avalia Felipe, que fica no Rio até sexta antes de voltar para São Paulo.

Na prova desta quarta-feira, o Brasil também foi representado por Julio Almeida, esse sim classificado ao Rio-2016 para a pistola 50m, na qual foi campeão do Pan. Mas Julio não atirou bem e terminou em 30.º. Fez 542 pontos, contra 533 de Felipe e 556 do oitavo colocado, último a se classificar à fase final.