Tamanho do texto

O Brasil vem de atuação pouco convincente contra o México e sofre com a indefinição sobre a condição física de dois centrais

Estadão Conteúdo

Ainda com desfalques, o time brasileiro masculino de vôlei enfrenta nesta terça-feira, às 22h35, no ginásio do Maracanãzinho, a seleção do Canadá, embalada após vitória surpreendente por 3 sets a 0 sobre os Estados Unidos na estreia da Olimpíada do Rio. Sem tradição no esporte, os canadenses ficaram 24 anos fora dos Jogos e retornaram sob a inspiração e com treinamento baseado nas jogadas brasileiras.

Rio 2016: Acompanhe os Jogos Olímpicos em tempo real

Lucão pode retornar ao time diante do Canadá
Divulgação/FIVB
Lucão pode retornar ao time diante do Canadá

O técnico Glenn Hoag treina jogadores brasileiros, como o atacante Maurício Borges, em um clube turco. “"Assisto aos jogos e passo para os atletas na pré-temporada"”, contou. Há 10 anos à frente da seleção canadense, Hoag foi responsável pela ascensão e a terceira colocação no Pan de Toronto, em 2015 - melhor resultado do País em torneios internacionais.

O Brasil vem de um resultado pouco convincente contra o México e sofre com a indefinição sobre a condição física de dois jogadores na posição central. Após sentir dores na estreia, Lucão pode voltar a jogar, mas não é certeza. Ele foi poupado do treino desta segunda-feira. O técnico Bernardinho testou outros atletas na posição. A escalação oficial só será conhecida nesta terça.

Fique por dentro:  Quadro de medalhas do Rio 2016

"Lucão está andando normalmente e a tendência é de que consiga jogar”", disse o fisioterapeuta da seleção, Guilherme Tenius. Maurício Souza também está contundido, mas é provável que até o final da semana esteja fazendo algum trabalho com bola. “Essa é a nossa previsão. Ele vai nos ajudar, com certeza"”, disse Tenius.