Tamanho do texto

Etiene Medeiros e João De Lucca foram mal nas eliminatórias e não avançaram nas provas individuais da natação no Rio 2016

Estadão Conteúdo

Brasil acabou o segundo dia de eliminatórias na natação com duas vagas. Guilherme Guido avançou para a semifinal nos 100m costas e o revezamento 4 x 100m conseguiu lugar na final. 

+ Acompanhe o tempo real das Olimpíadas 2016

Guido ficou  na 13ª colocação geral nos 100m costas, com o tempo de 53s80, e avançou para a semifinal da prova, que será disputada na noite deste domingo (8). 

Revezamento 4x100m livre do Brasil está classificado para a final das Olimpíadas
Satiro Sodré/Divulgação CBDA
Revezamento 4x100m livre do Brasil está classificado para a final das Olimpíadas

Para encerrar a primeira parte de provas da natação, Marcelo Chierighini, Nicolas Oliveira, Gabriel Santos e Matheus Santana representaram o Brasil no revezamento 4 x 100m livre. A equipe nacional completou o percurso em 3m14s06 e avançou para a decisão com o quinto melhor tempo, igualado com o quarteto do Canadá. 

João de Lucca ficou em 25º nas eliminatórias dos 200m livre e não tem mais chances de medalhas
Satiro Sodré/Divulgação CBDA
João de Lucca ficou em 25º nas eliminatórias dos 200m livre e não tem mais chances de medalhas

O começo deste domingo foi pior para os brasileiros. João De Lucca e Etiene Medeiros , que buscavam vaga nas semifinais dos 200 metros livre e nos 100 metros costas, respectivamente, terminaram na 25ª colocação e ficaram fora das semifinais. Agora, o Brasil tentará se classificar para a final do revezamento 4x100 metros livre masculino e para as semifinais dos 100m costas masculino.

João De Lucca fez a prova dos 200 metros livre em 1min47s63, marca que lhe deu apenas o sétimo tempo e último lugar na bateria - Nicolas Nilo, que também estava classificado para essa disputa, desistiu para se poupar para o revezamento 4x100 metros livre. O resultado de João De Lucca o deixou na 25ª colocação geral.

Veja também o  quadro de medalhas das Olimpíadas 2016

A melhor marca foi do chinês Yang Sun, com 1min45s75. "Não foi das minhas melhores provas, mas estou contente em estar representando o Brasil e estar nadando em casa", disse João, pouco depois de deixar a piscina do Estádio Aquático, no Parque Olímpico.

Na prova dos 100 metros costas, a única representante brasileira na competição feminina, Etiene Medeiros, teve uma jornada ruim. Com 1m01s70, ela fez apenas o sétimo tempo na sua bateria e o 25º no geral. Com isso, Etiene ficou fora das semifinais, já que apenas as 16 melhores avançavam. O melhor tempo da qualificatória ficou com a norte-americana Kathleen Baker, que marcou 58s84.

Recorde

A norte-americana Katie Ledecky mostrou na semifinal dos 400 metros livre por que é uma das estrelas dos Jogos do Rio. Ela marcou o tempo de 3min58s71 e bateu em mais de dois segundos e meio o recorde olímpico, que era de 4min01s45. A marca, porém, ficou um pouco acima do recorde mundial que pertence a ela própria, de 3min58s37.

*com Estadão Conteúdo