Tamanho do texto

Annemiek Van Vleute liderava até sofrer o acidente - ela sofreu três pequenas fraturas na coluna vertebral e uma concussão

Estadão Conteúdo

A holandesa Anna Van der Breggen, de 26 anos, levou o ouro no ciclismo de estrada feminino, num desfecho emocionante, em que a corrida de 136,9 km foi decidida nos metros finais, neste domingo, na Olimpíada do Rio de Janeiro. Em seguida vieram a sueca Emma Johansson e a italiana Elisa Borghini.

Acompanhe o tempo real do Jogos do Rio 2016

Holandesa ficou com ouro em prova de ciclismo
Reprodução/Twitter
Holandesa ficou com ouro em prova de ciclismo

Todas fizeram o mesmo tempo: 3h51min27s. A norte-americana Mara Abbott, que vinha liderando a prova, ficou de fora do pódio, ao ser ultrapassada pelas três concorrentes. A brasileira Flávia Oliveira terminou a prova em sétimo, o melhor resultado no ciclismo de estrada brasileiro.

Acidente

A festa holandesa foi ofuscada pelo grave acidente sofrido por outra atleta da equipe holandesa Annemiek Van Vleute. Na descida da Vista Chinesa, ela perdeu a direção de sua bicicleta, capotou e se chocou com o meio-fio. Desacordada, a ciclista ficou com o corpo sobre o meio-fio alto naquele ponto e a cabeça na pista. Após o susto, Van Vleute estava consciente e se comunicava quando foi levada para o hospital, onde passará por mais exames. O estado dela é estável.

"Foi um choque [o acidente com Van Vleute]. Não poderíamos ajudá-la, só nos restava seguir na corrida", disse a campeã olímpica, também da seleção holandesa. "Aquela é uma descida difícil, não poderíamos ir muito rápido. Depois da corrida masculina ficamos mais alertas."

Ginástica:  Brasil brilha no salto e na trave e está na final

Annemiek Van Vleute sofreu grave acidente em prova de ciclismo
Reprodução/Twitter
Annemiek Van Vleute sofreu grave acidente em prova de ciclismo

A holandesa Annemiek van Vleuten, que sofreu sério acidente na descida da Vista Chinesa durante a corrida de ciclismo de estrada, sofreu três pequenas fraturas na coluna vertebral e uma concussão. Ela liderava a prova olímpica neste domingo quando caiu.

Van Vleuten ficará internada no hospital America's Medical City, na Barra da Tijuca, na zona oeste, em observação, por pelo menos 24 horas, quando passará por novos exames. O estado de saúde da atleta é estável. Ela está lúcida e conversa com os médicos.

Tênis:  Teliana perde na estreia e Melo/Soares avança com facilidade

Neste mesmo local se acidentou no último sábado o italiano Vicenzo Nibali, favorito na prova masculina, ao se chocar com o colombiano Sergio Henao. Nibali teve dupla fratura na clavícula e Henao, na bacia.

BRASIL

Flávia Oliveira fez uma grande prova. Ficou o tempo todo no segundo pelotão, bem posicionada. Enquanto os grandes times, como Holanda e Estados Unidos, tinham quatro atletas por equipe, as brasileiras eram apenas duas - além de Flávia, disputou Clemilda Fernandes.

Flávia soube se posicionar e aproveitou o vácuo deixado pelas outras atletas a favor dela. Terminou a prova à frente da holandesa Marianne Vos, bicampeã olímpica da prova (Pequim-2008 e Londres-2012). Clemilda Fernandes excedeu o tempo limite e terminou a prova em 51º lugar. Ela não conteve o choro e foi consolada pela família.