Tamanho do texto

Australiano Mack Horton leva ouro nos 400m livre, seguido pelo chinês Sun Yang e pelo italiano Gabriele Detti

Estadão Conteúdo

A primeira medalha de ouro da natação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foi para o japonês Kosuke Hagino, que brilhou nos 400 metros medley, na noite deste sábado. Ele confirmou o favoritismo e ficou à frente de Chael Kalisz, dos Estados Unidos, que ficou com a prata, e Daiya Seto, também do Japão, na terceira colocação.

Acompanhe o tempo real dos Jogos do Rio 2016

Nos 400 metros livre, o britânico James Guy puxou um ritmo forte desde o início, ficando inclusive à frente da linha do recorde mundial, mas foi perdendo fôlego na última volta e acabou em sexto. Bom para o australiano Mack Horton, que levou o ouro, seguido pelo chinês Sun Yang e pelo italiano Gabriele Detti.

Japonês conquistou a primeira medalha de ouro da natação
Reprodução/Twitter
Japonês conquistou a primeira medalha de ouro da natação

Já na prova dos 100 metros borboleta, as duas nadadoras brasileiras não conseguiram a vaga para a final. Daiene Dias ficou na 14ª posição enquanto Daynara de Paula foi a 16ª. O melhor tempo na prova foi de Sarah Sjostrom, que fez 55s84 e quebrou o recorde olímpico da prova. A expectativa é que o recorde mundial seja derrubado na final, neste domingo.

Apesar de ficar fora da final, Daiene chorou de emoção ao final da prova. "Agora é voltar para minha família e agradecer a todos por ter me ajudado. Estou feliz por estar entre as 16 melhores do mundo. Gostaria de agradecer a todos que torceram por mim", afirmou, entre lágrimas. Já Daynara lamentou não ter tido um resultado melhor. "A prova foi terrível, não gostei. Senti o cansaço, tenho 27 anos e minha recuperação não é rápida", disse.