Tamanho do texto

Com 28 anos, brasileiro venceu dez lutas por ippon, pontuação máxima do judô, em 2016, e vai buscar a medalha de ouro na categoria até 73kg

Brasileiro Alex Pombo é esperança do País no judô do Rio 2016
Divulgação/Marcio Rodrigues/MPIX/CBJ
Brasileiro Alex Pombo é esperança do País no judô do Rio 2016

Com três ouros na história do judô em Jogos Olímpicos, o Brasil chega no Rio 2016 para aumentar esse número. A última medalha dourada foi em Londres, 2012, talvez a mais marcante de todas, com a pequena-gigante Sarah Menezes, na categoria peso-ligeiro até 48kg. No Rio, serão ao todo 14 atletas, sendo sete no masculino e sete no feminino. E um deles, o brasileiro Alex Pombo, chegará mais confiante na Cidade Maravilhosa.

LEIA MAIS:  Brasileira troca as cores do quimono para ter chance olímpica no judô

O brasileiro disputará sua primeira edição dos Jogos Olímpicos com a equipe de judô e tem chances de conquistar o ouro. A confiança se dá pelo atual retrospecto, que é muito bom. Nesta temporada, Pombo venceu dez lutas por ippon, maior pontuação da modalidade.

LEIA MAIS:  Campeã olímpica, Sarah Menezes luta contra 'efeito sanfona' antes do Rio 2016

“É fruto do meu trabalho. Treino e me dedico muito diariamente para obter os melhores resultados possíveis. É uma marca muito interessante ter conseguido um ippon em todas as lutas que venci na temporada”, disse o judoca de 28 anos, que passou por uma lesão grave no início do ano.

Alex começará sua caminhada no Rio 2016 nesta segunda-feira, dia 8. As primeiras lutas, válidas pelas eliminatórias, estão previstas para as 10h, no mesmo dia, serão disputadas as finais, que começam às 15h30.

LEIA MAIS:  Judoca Mayra Aguiar vê controle emocional como decisivo na Olimpíada do Rio

“É um sonho enorme que vou realizar. Desde quando comecei no esporte, meu objetivo era um dia poder representar o Brasil em uma Olimpíada. Estou muito focado para subir no tatame e dar o meu máximo para sair com uma medalha”, completou o atleta.

CONQUISTAS

Alex começou cedo no judô, aos 12 anos. Seus principais títulos são: quatro vezes campeão do Sul-Americano (2008, 2009, 2010 e 2013), prata por equipes no Campeonato Mundial (2010), bronze no Grand Slam do Rio de Janeiro (2012), Ouro no Grand Prix de Almaty (2013), bronze no Grand Slam de Tyumen (2014), duas vezes ouro no Campeonato Pan-Americano (2014 e 2015) e prata no Campeonato Pan-Americano (2016).

As competições de judô acontecem entre os dias 6 a 12 de agosto, das 10h às 18h10, horário de Brasília, na Arena Carioca 2, na Barra da Tijuca. O time brasileiro na modalidade tem até hoje 19 medalhas em Jogos.