Tamanho do texto

Brasileira Fabiana Murer "ganhou" um problema de última hora antes das Olimpíadas. Ela também sofrem em Pequim 2008 e Londres 2012

Fabiana Murer está com hérnia de disco
CBAt
Fabiana Murer está com hérnia de disco

Uma das grandes esperanças de medalha para o esporte brasileiro, Fabiana Murer revelou através de suas redes sociais que foi diagnosticada com hérnia de disco cervical. Apesar do susto, a atleta do salto com vara admitiu que pode se recuperar bem e a tempo para competir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Maracanã:  faça um tour virtual pelo palco da abertura e do futebol

Em 23 de julho, na etapa de Londres da Liga Diamante, Fabiana Murer desistiu de saltar e disse ter sentido um torcicolo antes da competição. "Assim que cheguei ao Brasil, fiz uma ressonância magnética e levei um susto com o resultado. O meu médico me tranquilizou e disse que eu poderia me recuperar a tempo para competir nas Olimpíadas", disse a brasileira.

De acordo com o comunicado da própria atleta, ela já realizou um treino de salto completo e deve estar apta a disputar a prova do salto com vara do atletismo olípico. "Estou evoluindo rapidamente e me dedicando ao máximo para chegar 100% na Olimpíada", comentou Fabiana, que também postou um vídeo realizando um salto no centro de trainamento de seu clube, em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo.

Sempre com problemas

Nas duas edições anteriores dos Jogos Olímpicos, em Pequim 2008 e Londres 2012, Fabiana Murer também era favorita ao pódio na sua modalidade, mas sofreu com problemas. Na China, uma de suas varas sumiu, a impedindo de competir, enquanto na Inglaterra, os ventos prejudicaram sua performance. Atualmente, Murer é a detentora da segunda melhor marca mundial no ano, com 4,87m, ficando atrás somente da americana Sandi Morris, que tem 4,92m.

Confira:  Wawrinka alega lesão e não irá disputar os Jogos Olímpicos do Rio

Vale lembrar que a hérnia de disco já tirou o pivô Anderson Varejão dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O jogador de basquete havia sido convocado, mas exames no seu time da NBA, o Golden State Warriors, constataram a lesão.

Veja o comunicado de Fabiana Murer

“Depois da competição de Mônaco, 15/07, senti uma dor muito forte no pescoço, tratei intensamente para poder competir em Londres, mas no aquecimento senti fraqueza no braço e não tinha confiança pra saltar. Assim que cheguei no Brasil fiz uma ressonância magnética e levei um susto com o resultado. Hérnia de disco cervical, que explicava todos os meus sintomas. O meu médico me tranquilizou e disse que eu poderia me recuperar a tempo para competir nas Olimpíadas. Estou em um trabalho intenso de fisioterapia (2x por dia), e treinando muito bem. Já fiz até um treino de salto completo. Estou evoluindo rapidamente e estou me dedicando ao máximo para chegar 100% nas Olimpíadas”.

E mais:  Nadadora que 'destrói' colegas masculinos nos treinos é promessa da Rio 2016

Fabiana Murer vai para disputa da sua terceira Olimpíada e todas ela chegou com chances de medalha. Essa será a oportunidade final da atleta de 35 anos de idade.