Tamanho do texto

Goleiro do Valência é o preferido do técnico Rogério Micale, mas é necessário aval da Fifa e concordância do clube espanhol para convocá-lo

Diego Alves, goleiro do Valencia, pode ser o substituto de Fernando Prass na seleção olímpica
Arquivo iG
Diego Alves, goleiro do Valencia, pode ser o substituto de Fernando Prass na seleção olímpica

A CBF pretende anunciar ainda neste domingo o substituto do goleiro Fernando Prass, mas pode ter de esperar até segunda-feira. Diego Alves é o preferido do técnico Rogério Micale, mas sua convocação depende de dois fatores: a permissão da Fifa e a concordância do Valencia, da Espanha, em liberá-lo.

LEIA MAIS:  Cortado da seleção, Prass chega a SP abatido: 'Agora é pensar em recuperar'

A negociação com a Fifa para obter a anuência para convocar um goleiro acima de 23 anos pode sofrer atraso por ser fim de semana. Mesmo assim, os contatos estão sendo feitos. A CBF argumenta que trocará um jogador que não tem idade olímpica por outro, e além disso a entidade mundial já abriu exceções nesse sentido em favor da Alemanha e Portugal. Há otimismo em relação à possibilidade de sucesso.

LEIA MAIS:  Animação e continência marcam boas-vindas ao Brasil na Vila Olímpica

Diego Alves está em Londres em pré-temporada com o Valencia. A liberação é considerada "bastante possível", apesar de o clube espanhol ter se negado a ceder atletas outras seleções disputarem a Olimpíada. Um exemplo foi o português André Gomes, que depois o clube negociou com o Barcelona.

LEIA MAIS:  Armadora Adrianinha celebra 5ª Olimpíada e recorde: 'Nunca pensei'

Na CBF acreditam que o jogador de Portugal só não foi liberado justamente para não atrapalhar a negociação. Diego Alves interessa a outras equipes, mas o Valencia não estaria disposto a abrir mão dele, o que se configuraria em uma situação diferente da de André Gomes.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.