Tamanho do texto

Russa foi pega em um exame antidoping e está suspensa desde fevereiro depois que foi registrado a presença da substância Meldonium em suas amostras

Maria Sharapova não jogará no torneio de tênis das Olimpíadas
Divulgação
Maria Sharapova não jogará no torneio de tênis das Olimpíadas


Uma das maiores estrelas do esporte russo, apontada como uma atração de peso para a Olimpíada, Maria Sharapova teve sua chance de participar da Olimpíada do Rio encerrada nesta segunda-feira, quando a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) anunciou o adiamento do julgamento do recurso apresentado pela tenista contra a sua suspensão por doping por dois anos para o dia 19 de setembro.

Na prática, isso significa que seu processo não será avaliado antes dos Jogos do Rio, que começam no dia 5 de agosto. Segundo o tribunal, o adiamento foi acordado com a Federação Internacional de Tênis.

Sharapova foi pega em um exame antidoping e está suspensa desde fevereiro depois que foi registrado a presença da substância Meldonium em suas amostras. A russa poderia voltar ao circuito mundial do tênis apenas depois da edição de 2018 do Aberto da Austrália.

Assim, o Rio perde uma das maiores estrelas do evento, com 35 títulos internacionais e uma fortuna pessoal de US$ 240 milhões. Seu lugar será ocupado por Daria Kasatkina, de 19 anos.

A jogadora havia admitido que havia consumido o produto. Mas indicou ainda em março que não sabia que o Meldonium passou a ser proibido a partir de janeiro de 2016. A russa alegava que tomava o remédio - indicado para problemas cardíacos - desde 2006. Mas já em setembro de 2015 a Agência Mundial Anti-Doping anunciou que a substância seria proibida a partir de 1º de janeiro de 2016.

A tenista, que acusou a suspensão de ser injusta, recorreu à CAS. Mas esperava uma decisão final antes da Olimpíada. A corte, porém, indicou que decidiu adiar a decisão para o dia 19 de setembro para poder avaliar melhor o caso.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.