Tamanho do texto

Das 14 convocadas, somente três delas não participaram da campanha brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012

Seleção brasileira de handebol busca a primeira medalha na história dos Jogos
Wander Roberto/Photo&Grafia/CBHb
Seleção brasileira de handebol busca a primeira medalha na história dos Jogos

Sem surpresas, o técnico Morten Soubak anunciou nesta terça-feira a lista de convocadas que vão defender a seleção brasileira de handebol nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. Campeã mundial em 2013, a seleção busca sua primeira medalha na história das Olimpíadas.

LEIA MAIS:  Confira 10 eventos imperdíveis nos Jogos do Rio

A lista divulgada nesta terça conta com 15 atletas, sendo que a armadora Juliana Malta, apenas fará parte do grupo nos treinos preparatórios e não disputará os Jogos do Rio. Soubak definiu a relação com base na lista de 18 jogadoras que participaram da última fase de treinamentos, finalizada no domingo.

LEIA MAIS:  Rio 2016: O que falta fazer a 30 dias das Olimpíadas?

"Foi extremamente difícil. O nível de todas elas estava praticamente igual e levar apenas 14 para uma competição tão importante é bem complicado. Tenho que dar meus parabéns para quem ficou e lamento muito por aquelas que não irão. Espero que essas sigam trabalhando forte para os próximos campeonatos", disse o treinador dinamarquês.

Das 14 convocadas, somente três delas não participaram da campanha brasileira nos Jogos de Londres 2012: a goleira Babi, a central Franciele e a pivô Tamires. "Primeiro pensei no nosso próprio jogo. Também analisamos visando os adversários, mas o mais importante é o perfil que cada uma delas representa no grupo", afirmou Soubak, ao justificar seus critérios para a convocação.

A seleção terá adversários complicados na Olimpíada. Na primeira fase, as brasileiras enfrentarão a Noruega (na estreia marcada para o dia 6 de agosto), Romênia, Espanha, Angola e Montenegro.

Confira a lista de convocadas da seleção:

Goleiras: Bárbara Arenhart (Vaci NKSE-Hungria) e Mayssa Pessoa (WHC Vardar-Macedônia);

Armadoras: Deonise Fachinello (HC Odense-Dinamarca), Eduarda Amorim (Gyor Audi ETO-Hungria), Juliana Malta (MKS Zaglebie Lubin-Polônia) e Mayara Moura (EC Pinheiros-SP);

Centrais: Ana Paula Rodrigues Belo (Bucarest-Romênia) e Franciele Gomes da Rocha (Vegus/Guarulhos-SP);

Pontas: Alexandra Nascimento (Vaci NKSE-Hungria), Fernanda França (Bietgheim-Alemanha), Jéssica Quintino (HC Odense-Dinamarca) e Samira Rocha (OGC Nice-França);

Pivôs: Daniela Piedade (Fehervar FKC-Hungria), Fabiana Diniz 'Dara' (Bietgheim-Alemanha) e Tamires Morena Araújo (Gyor Audi ETO-Hungria).