Tamanho do texto

Militante do PCdoB de São Paulo há 26 anos, Ricardo Leyser assume o cargo sem levar com ele o partido para a base do governo

Ricardo Leyser recebeu cargo de Eduardo Paes
Divulgação/Ministério do Esporte
Ricardo Leyser recebeu cargo de Eduardo Paes

Ex-ministro interino do Esporte e responsável por coordenar as ações do governo federal para os Jogos Olímpicos do Rio desde o processo de candidatura, Ricardo Leyser vai continuar ligado à organização do evento. Na quarta-feira, ele foi nomeado vice-presidente da Empresa Olímpica Municipal (EOM) pelo prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB).

Leia

Pentatlo moderno confirma Felipe Nascimento nos Jogos Olímpicos do Rio

Eduardo Paes diz que fraude no Complexo de Deodoro é 'caso policial'

Leyser, militante do PCdoB de São Paulo há 26 anos, assume o cargo sem levar com ele o partido para a base do governo. A deputada federal Jandira Feghali é pré-candidata à prefeitura do Rio em chapa de oposição ao PMDB.

Na EOM, Leyser deve trabalhar na reta final de preparação para a Olimpíada, ajudando a desatar nós, especialmente com concessionárias e construtoras. As exatas atribuições dele ainda não estão claras, mas Leyser ocupará um cargo abaixo de Joaquim Monteiro, presidente da EOM.

Leonardo Picciani (PMDB-RJ), ministro do Esporte nomeado pelo presidente interino Michel Temer para o lugar que era ocupado exatamente por Leyser, foi consultado sobre a nomeação de seu antecessor, e não colocou entraves. O pai de Leonardo, Jorge Picciani, é o presidente estadual do PMDB no Rio de Janeiro, partido do prefeito Eduardo Paes.