Tamanho do texto

"Teremos um trabalho redobrado com a segurança para maior evento esportivo do mundo", disse Mauro Lopes nesta terça-feira

Rio será sede dos Jogos Olímpicos, em agosto
André Motta/Brasil2016.gov.br
Rio será sede dos Jogos Olímpicos, em agosto

Enquanto explosões no metrô e no aeroporto de Bruxelas, na Bélgica , mataram pelo menos 34 pessoas e voltaram a acender o alerta máximo contra atentados na Europa, o novo ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Mauro Lopes, disse nesta terça-feira que o governo brasileiro está atento para garantir a segurança e evitar o terrorismo no aeroportos chave para os Jogos Olímpicos do Rio, em agosto.

Leia

Ex-jogador de basquete brasileiro é ferido nos atentados terroristas na Bélgica

"Até mesmo aqui teve suspeita", diz zagueiro brasileiro que joga no interior da Bélgica

"Teremos um trabalho redobrado com a segurança para maior evento esportivo do mundo. Temos uma preocupação enorme com a preservação da vida e do patrimônio e vamos trabalhar junto com todos os órgãos de segurança para dar tranquilidade para os turistas brasileiros e estrangeiros que forem à Olimpíada", afirmou Lopes ao Broadcast.

O novo ministro visitará os aeroportos cariocas do Galeão e de Santos Dumont no começo da próxima semana e deve participar de uma grande reunião com outros ministros cujas pastas estão diretamente ligadas à organização da Olimpíada. Lopes lembra que aeroportos de outras cidades, como Belo Horizonte e São Paulo, também servirão de apoio para a chegada de delegações internacionais e do público do evento.

"A Copa do Mundo de 2014 foi um sucesso e não tivemos nenhuma ocorrência de terrorismo. O governo fará todo o esforço para que a Olimpíada tenha o melhor nível de segurança para que todos os atletas e turistas tenham tranquilidade", completou.