Tamanho do texto

Qualquer japonês ou residente estrangeiro no Japão poderá inscrever seu projeto. O ganhador receberá cerca de R$ 30,3 mil

O logo descartado pelo comitê organizador ainda está exposto no aeroporto de Haneda
AP
O logo descartado pelo comitê organizador ainda está exposto no aeroporto de Haneda

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, abriu nesta terça-feira um concurso para escolher um novo logo após ter descartado o anterior por causa de um processo por plágio.

O novo logo será apresentado até a próxima primavera no Japão e escolhido entre os enviados ao Comitê até o dia 7 de setembro, anunciaram os organizadores dos Jogos Olímpicos de 2020.

Ele substituirá o polêmico logo desenhado pelo japonês Kenjiro Sano, que foi processado por plágio em agosto, na Bélgica, pelo designer gráfico Olivier Debie.

O logo do Teatro de Liège. Semelhante?
Reprodução
O logo do Teatro de Liège. Semelhante?

"Esperamos pelo menos umas 10.000 propostas desta vez", disse o diretor do Comitê Técnico do Logo, Ryohei Miyata, à agência local "Kyodo".

Qualquer japonês ou residente estrangeiro no Japão poderá inscrever seu projeto. O ganhador receberá 1milhão de ienes (R$ 30,3 mil) e um convite para a cerimônia de abertura dos Jogos.

Além do escândalo sobre o logo, o governo japonês também foi obrigado a desprezar o projeto inicial do estádio olímpico de Tóquio, elaborado pela arquiteta Zaha Hadid, que foi criticado pelo seu elevado custo e sua excessiva magnitude.

Apesar de um novo projeto arquitetônico para substituir o anterior ainda não ter sido escolhido, a previsão é que a construção do estádio seja iniciada no começo de 2017.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas