Tamanho do texto

Marco Grael, filho do bicampeão e recordista olímpico brasileiro, conseguiu, ao lado de Gabriel Borges, sua vaga na 49er no Mundial e desta classe e vai velejar no Rio ao lado de sua irmã, Martine

Marco, filho de Torben Grael, garantiu vaga nos jogos olímpicos ao lado de Gabriel Borges
Pedro Martinez/Sailing Energy e Berni Grez
Marco, filho de Torben Grael, garantiu vaga nos jogos olímpicos ao lado de Gabriel Borges

Detentora de sete medalhas em Jogos Olímpicos, a família Grael terá a chance de aumentar sua coleção de conquistas no Rio de Janeiro em 2016. Durante o Mundial das classes 49er e 49erFX, em Buenos Aires, a dupla de velejadores Marco Grael e Gabriel Borges obtiveram a 14ª posição na etapa preliminar e garantiram uma vaga na Olimpíada do próximo ano. Os velejadores também se classificaram para a fase final do campeonato e seguem vivos na disputa do título, com 70 pontos perdidos.

Marco, 26, é filho de Torben Grael, duas vezes vencedor da medalha de ouro pela classe Star nos jogos de Atlanta 1996 e Atenas 2004, e se junta a sua irmã, Martine Grael, já classificada para os jogos, pela classe 49erFX.

“Sempre vi o meu pai disputando os Jogos Olímpicos e para mim era um sonho, algo que sempre desejei, mas que nunca tinha ficado tão perto. O sonho agora se concretiza, a ficha ainda não caiu”, disse o velejador, que, no Rio de Janeiro, disputará a competição pela primeira vez.

Martine Grael, que disputa as provas ao lado de Kahena Kunze, também tem vaga olímpica garantida
Buda Mendes/Getty Images
Martine Grael, que disputa as provas ao lado de Kahena Kunze, também tem vaga olímpica garantida

Martine Grael, de 24 anos, que também vai fazer sua estreia nos Jogos, é considerada uma das principais velejadoras de sua classe. Campeã mundial em 2014 e prata no Pan-Americano de Toronto, ao lado de Kahena Kunze, ela e sua parceira foram eleitas pela federação internacional as melhores velejadoras da última temporada.

Com as vagas de Marco e Martina asseguradas, esta será a quinta vez que a família Grael contará com dois irmãos disputando uma mesma edição dos Jogos. Entre 1984 e 1996, Torben e Lars estiveram juntos.

Torben Grael participou de seis Olimpíadas, entre 1984 e 2004, conseguindo cinco medalhas - um recode. Foi campeão em Atlanta e Atenas e Bronze em Seul 1988 e Sydney 2000, todas pela classe Star. Conseguiu ainda a prata em Los Angeles 1984, desta vez pela classe Soling. Lars conseguiu duas medalhas de bronze na classe Tornado, em Seul e Atlanta. Disputou ainda as Olímpiadas de Los Angeles e Barcelona.

Além de Marco e Gabriel e Martine e Kahena, o Brasil já tem garantido nos jogos olímpicos os velejadoes Robert Scheidt, na classe Laser; Fernanda Decnop, na Laser Radial; Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan, na 470 feminina; Jorge Zarif, na Finn; Patricia Freitas, na RS:X feminina; e Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X masculina. Na Copa Brasil de Vela, em dezembro, serão definidos os representantes na 470 masculina e Nacra 17.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.