Tamanho do texto

Executivo estava no ministério há 12 anos e era o principal articulador da pasta em relação aos Jogos Olímpicos Rio-2016

Ricaro Leyser foi secretário-executivo do ministério do Esporte durante os 12 últimos anos
Divulgação/Ministério do Esporte
Ricaro Leyser foi secretário-executivo do ministério do Esporte durante os 12 últimos anos

Considerado o principal articulador em relação aos Jogos Olímpicos do Rio no ministério do Esporte, principalmente depois da chegada de George Hilton, atual ministro, em janeiro deste ano, Ricardo Leyser, foi exonerado do cargo de secretário-executivo da pasta em comunicado publicado no Diário Oficial nesta terça-feira.

Leyser era o que estava há mais tempo no ministério: 12 anos. Além da articulação, ele era responsável também por monitorar a construção das instalações das Olimpíadas e preparar o Time Brasil no cumprimento da meta estabelecida pelo COB: terminar entre os dez melhor no quadro de medalhas.

"Os indicadores que os Mundiais desde 2013 nos deixam é de que temos potencial sim para atingir esse objetivo. O planejamento está sendo cumprido. Mas não podemos esquecer que se trata de uma competição esportiva. Cada vez fica mais difícil conquistar uma medalha olímpica. Cada vez mais países conquistam medalhas. Veja o caso do Irã, por exemplo. É um país que tem ótimo trabalho no taekwondo, e tantos outros emergentes esportivamente podem ser citados. A despeito disso, todos os indicadores nos dizem que temos boa perspectiva de alcançar o objetivo", disse Leyser, em entrevista ao iG em agosto.

O executivo começou a trabalhar com esporte na gestão de Marta Suplicy na prefeitura da cidade de São Paulo, em 2001. Dois anos depois, o paulistano chegou ao ministério, como assessor do ministro, ainda em 2003, chegou a Secretaria Nacional de Esporte Educacional. Entre 2006 e 2007 foi secretário-executivo dos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007. Posteriormente cuidou das ações federais na candidatura da cidade fluminense para sediar as Olimpíadas de 2016.

De 2009 a 2015 foi secretário nacional de esporte de alto rendimento na pasta. No início deste ano, com a troca feita pela presidente Dilma Rousseff entre Aldo Rebelo (PCdoB) e George Hilton (PRB), ele foi transferido para o cargo de secretário-executivo. Desde então, Leyser era o único membro do ministério não filiado ao PRB e, por isso, seu cargo era reinvindicado. Marcos Jorge Lima, presidente do partido em Roraima, deve assumir a secretaria-executiva, o que deve fortalecer a base aliada do governo federal no Congresso.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas