Tamanho do texto

Desbancando a favorita Angola, os nigerianos conquistaram pela primeira vez o título continental para ganhar vaga direta

A Nigéria jogará o basquete olímpico pela segunda edição seguida
EFE/LARRY W. SMITH
A Nigéria jogará o basquete olímpico pela segunda edição seguida


A Nigéria conquistou pela primeira vez em sua história o AfroBasket, na Tunísia, e se classificou para a segunda edição seguida do torneio masculino de basquete das Olimpíadas. Agora, o Rio de Janeiro já conhece um terço das seleções que estarão na disputa por medalhas. 

Os nigerianos venceram neste domingo a Angola, grande potência africana, por 74 a 65 e se juntaram aos Estados Unidos, campeões mundiais, Austrália, campeã da Oceania, e Brasil, que, depois de muito drama, foi confirmado na condição de time anfitrião

Veja os melhores momentos da decisão continental:

A Angola, que havia vencido sete das últimas oito edições do AfroBasket, terá uma segunda chance para conseguir a vaga, por meio de um dos três Pré-Olímpicos mundiais que a Fiba (Federação Internacional de Basquete) vai realizar no ano que vem. Tunísia e Senegal, os outros dois semifinalistas, também estarão nessa briga. O campeão de cada torneio se classifica. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.