Tamanho do texto

O velejador Cho Wonwoo se sentiu mal depois de competir em evento-teste para o Rio 2016, e seu técnico afirmou que a água poluída seria a causa. Ricardo Winicki, o Bimba, não acredita

Velejador Cho Wonwoo é atendido por equipe médica no Rio em foto tirada por seu técnico
Reprodução/Facebook
Velejador Cho Wonwoo é atendido por equipe médica no Rio em foto tirada por seu técnico


O velejador Ricardo Winicki, o Bimba, se assume como “a pessoa que mais reclama da Baía de Guanabara” como sede de uma competição, ainda mais as regatas olímpicas do Rio 2016. Nesta quinta-feira, porém, ele saiu em defesa da região, que foi novamente alvo de críticas estrangeiras, dessa vez por parte do treinador sul-coreano Danny Ok.

Na quarta, Ok afirmou que a água poluída em que se disputa um dos eventos-teste para as Olimpíadas cariocas seria a causa de uma virose que seu pupilo, Cho Wonwoo, contraiu durante a semana. "Provavelmente, foi a água", disse. "Especialmente na baía, é terrível. Não consigo imaginar como eles competem neste lugar.”

Leia também: OMS pede para COI analisar níveis de vírus das águas do Rio

Tetracampeão pan-americano e três vezes medalhista em Mundiais, Bimba afirmou que já ficou doente em competições realizadas na Europa: “Só que a gente não culpa a água”. Segundo o velejador de 35 anos, a Baía de Guanabara não apresentou condições impróprias nesta semana. Estaria “limpinha”, na verdade.

Bimba compete pela Classe RS:X no evento-teste olímpico
Wander Roberto/Bradesco/Inovafoto
Bimba compete pela Classe RS:X no evento-teste olímpico


“No máximo caíram umas folhas de amendoeira na água. Nesta quinta eu vi pela primeira vez um cara parando para tirar o que deveria ser folha de amendoeira. Na Copa do Mundo, na Inglaterra, a água era limpa, mas cheia de água viva. Acho que ele (o sul-coreano) exagerou”, rebateu. “É legal para chamar a atenção de quem se tem de limpar a Baía de Guanabara. Mas a água está limpinha. Não sei o que aconteceu durante essa semana que a água está assim.”

Leia ainda: Velejadores britânicos recorrem a probióticos, enxague bucal e Coca-Cola

Cho, de 20 anos, ficou 24 horas no hospital e disse à agência Associated Press não saber o exato motivo pelo qual se sentiu mal. O técnico do windsurfista, porém, arriscou seu palpite de forma contundente. "Parece que Cho foi infectado por algum vírus em algum lugar que supostamente deveria ser seguro e limpo como palco de Olimpíadas. Mais de dez anos de trabalho pode ser destruído em um dia", reclamou o técnico do sul-coreano.

A poluição na Baía de Guanabara é o principal alvo de reclamação de competidores estrangeiros em relação aos Jogos Olímpicos. Havia uma promessa da Prefeitura do Rio de Janeiro, de quase zerar a emissão de poluentes para a água, que não será cumprida. O risco à saúde dos atletas tem gerado preocupação. O Rio de Janeiro, porém, rechaça tirar as competições de vela do local

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.