Tamanho do texto

Profissionais que trabalham para a Prefeitura tiveram equipamentos furtados na manhã deste domingo

Evento-teste do ciclismo de estrada para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio
EFE/Marcelo Sayão
Evento-teste do ciclismo de estrada para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio


Evento-teste para os Jogos Olímpicos de 2016, o Desafio Internacional de Ciclismo de Estrada registrou um episódio lamentável neste domingo, no Rio de Janeiro. Jornalistas que trabalham para a Prefeitura foram assaltados e tiveram seus equipamentos furtados. O ocorrência foi por volta das 8h, na subida do Joá, na Avenida Ministro Ivan Lins.

Os profissionais foram abordados por dois bandidos armados, que chegaram em uma moto e levaram câmera fotográfica, lentes e telefones celulares. Um cinegrafista, que estava do outro lado da rua, se safou do assalto. Ninguém ficou ferido. A queixa foi registrada na 16ª Delegacia de Polícia.

Leia mais: Brasil termina o Parapan de Toronto com o melhor aproveitamento da história

Segundo o Comitê Organizador dos Jogos Rio 2016, apesar de o assalto ter ocorrido na área de competição, informou que a responsabilidade é da polícia.

O francês Alexis Vuillermoz venceu o evento-teste de ciclismo, ao cumprir os 165 quiilômetros do percurso, entre Copacabana e São Gonçalo, em 4h20min27s. O melhor brasileiro na prova foi Kleber da Silva, em sétimo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.