Tamanho do texto

Segundo Jerry Colangelo, astro do basquete norte-americano considera possibilidade de se despedir do esporte nas Olimpíadas. A beira dos 37 anos, lesões podem ser barreira

Kobe Bryant tem dois ouros olímpicos na carreira: Pequim 2008 e Londres 2012
Christian Petersen/Getty Images
Kobe Bryant tem dois ouros olímpicos na carreira: Pequim 2008 e Londres 2012


Mesmo após ter declarado em algumas oportunidades que não disputaria as próximas Olimpíadas, Kobe Bryant não está descartado para a Rio 2016. O executivo da USA Basketball, a entidade que comanda as seleções de basquete dos Estados Unidos, Jerry Colangelo revelou que o ala/armador, que completa 37 anos no próximo dia 23, adoraria disputar sua terceira edição dos Jogos.

"Ele mencionou a mim, em uma conversa particular, que, se pudesse escolher, adoraria ter mais um momento de redenção ganhando a medalha de ouro. E este seria o fim. Mas ele foi muito rápido em dizer 'Mas eu não quero uma vaga. Eu preciso conquistar essa vaga. Eu tenho que ser capaz de jogar no nível para ser considerado'", contou Colangelo, deixando em aberto a possibilidade de convocá-lo.

Leia mais: Após novela, Fiba garante Brasil no basquete da Olimpíada

O mandatário esteve em Las Vegas no último final de semana, onde a federação norte-americana organizou um camp de treinamentos com atletas previamente selecionados visando as Olimpíadas. Kobe Bryant, no entanto, não estava presente.

Pentacampeão da NBA com o Los Angeles Lakers e bicampeão olímpico (Pequim 2008 e Londres 2012), o "Mamba Negra" deve disputar sua última temporada como profissional em 2015/2016. Convivendo com lesões, o ala/armador participou de apenas 41 jogos de 184 possíveis nos últimos dois anos na liga norte-americana.

Kobe Bryant já esteve no Brasil em algumas ocasiões. Em 2013, participou no de ações um de seus patrocinadores e promoveu o seu "Black Mamba Tour" pelo país. Em 2014, compareceu ao estádio em partidas da Copa do Mundo de futebol.

Veja brasileiros que, assim como Kobe, podem dar adeus às Olimpíadas em 2016:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.