Hardcore

O surfista brasileiro e ex-BBB Lucas Chumbo e o big rider havaiano Kai Lenny são os vencedores do Nazaré Tow Surfing Challenge da WSL.

Leia também: Treinador revela motivo de surfista aceitar participar do "BBB" em seu auge

chumbo arrow-options
WSL/ Antoine Justes
Lucas Chianca, mais conhecido como Lucas Chumbo

A dupla Lucas Chumbo e Kai Lenny formou o team Young Bulls, que competiu na manhã desta terça-feira (11) durante o desafio em Nazaré, na Praia do Norte, em Portugal. Eles ganharam nas categorias melhor time masculino, e Lenny, pela melhor onda do dia.

“Estou muito feliz por vencer o primeiro campeonato de Tow In em Nazaré. Só posso agradecer a todos que contribuíram de alguma forma para esse título. Agradeço desde a minha família, meus amigos, meu treinador (Carlos Burle) e, claro aos meus patrocinadores. É muito bom poder estar entre os maiores big riders do mundo”, comemorou Lucas Chianca, conhecido como Chumbo.

O atleta contou também como foi fazer dupla com o havaiano Kai Lenny, que deu um show nas ondas de Nazaré, com uma abordagem agressiva nas avalanches de água da Praia do Norte.

Leia também: Polícia mata surfista e ex-jogador de futebol acusado de ser traficante de droga

“Eu e o Kai Lenny estávamos muito bem conectados. Treinamos juntos no swell passado, e eu imaginava que faríamos uma boa performance. Acredito que isso tenha nos levado a conquistar o título”, completou Chumbo.

Ver essa foto no Instagram

Muito feliz de ganhar o #NazareTowSurfingChallenge ao lado do meu parceiro @kai_lenny Vencemos como o melhor time do evento e a melhor onda do dia! 🏆 Obrigado time @iancosenza , @michelledesbouillons e @silverkitesurfer pelo dia inteiro de trabalho em equipe impecável e a todos que torceram pela gente e mandaram boas energias! Parabéns a todos pelos resultados. 🙌🏽 Uma boa recuperação ao @alex_botelho que durante o evento se machucou, estou na torcida para dar tudo certo! • • • Very happy to win the #NazareTowSurfingChallenge with my partner @kai_lenny We won as the best team of the event and the best wave of the day! 🏆 Thanks to everyone who cheered for us and sent good energy! Congratulations to all for the results. 🙌🏽 📸: @wsl . . . @redbull || @redbullbr @mormaiioficial @ellus @gurume_oficial @dylanshapes @orgsurfboards @triple_lead @surfteccel @chicletetrunk @futuresfins || @futuresfinsbrasil @interoceanica @bellamarinaservice

Uma publicação compartilhada por Lucas Chianca "Chumbo" (@lucaschumbo) em

JUSTINE DUPONT VENCE ENTRE AS MULHERES, ALEMÃO DE MARESIAS NO RESGATE

Na categoria feminina, o título ficou com a francesa Justine Dupont, que foi acompanhada por Fred David como driver do jetski.

Alemão de Maresias foi outro brasileiro de destaque no evento, premiado pela performance na segurança d’água do evento, categoria intitulada como “Comprometimento”.

Especialista em condições extremas, Alemão foi fundamental por evitar o pior em um salvamento de afogamento do surfista português Alex Botelho, que saiu literalmente voando junto com a prancha e o jet em uma manobra mal sucedida de sua equipe.

Com o impacto da queda junto com seu parceiro Hugo Vau, Alex Botelho desmaiou e foi duramente castigado pelo mar. Chegou a ser retirado inconsciente do mar, e foi reanimado na praia. Socorrido as pressas e internado no hospital local, as informações da WSL é que ele passa bem.

MAYA GABEIRA, PEDRO SCOOBY E RODRIGO KOXA!

A competição foi organizada pela primeira vez pela World Surf League e reuniu 19 surfistas de todo o mundo. O evento começou às 8 da manhã, no horário local de Portugal, e atraiu milhares de espectadores que se concentraram para assistir as maiores ondas do mundo no místico morro da Praia do Norte.

Além das participações notáveis de Chumbo e Alemão de Maresias, o Brasil também foi muito bem representado no Nazaré Tow Surfing Challenge pela surfista Maya Gabeira, que fez dupla com o alemão Sebastian Steudtner. A carioca foi protagonista em uma onda espetacular do evento.

E Pedro Scooby e Rodrigo Koxa, que obtém o recorde mundial pela maior onda já surfada no mundo, no caso em Nazaré em 2018, formaram um dupla genuinamente brasileira.

Carlos Burle, bicampeão mundial de ondas gigantes e treinador de Lucas Chianca, classificou a vitória como uma “felicidade enorme”, ao pontuar a desenvoltura de Chumbo nas ondas de Nazaré.

“A performance de hoje foi impecável e muito diferenciada. Estou muito orgulhoso do Lucas. A minha felicidade é enorme ao ver ele sorrindo e levantando um troféu tão importante”, contou Burle. “O big surf em Nazaré está alcançando outros patamares”.

Burle também destacou a participação de Alemão de Maresias no trabalho de segurança n’água, principalmente por ter atuado diretamente no resgate do português Alex Botelho.

“O resgate do Alemão de Maresias foi extremamente preciso, prêmio muito merecido pra ele que é um batalhador, ama o esporte e tem muita luz”.

    Veja Também

      Mostrar mais