Tamanho do texto

Potiguar e paulista ainda disputam título mundial de surfe com o americano Kolohe Andino, que corre por fora

Gabriel Medina e Ítalo Ferreira vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 arrow-options
WSL / DIVULGAÇÃO
Gabriel Medina e Ítalo Ferreira vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020

Ítalo Ferreira , líder do ranking, e Gabriel Medina , vice, venceram suas baterias na terceira fase do Pipe Masters, etapa final do circuito mundial de surfe, em Pipeline, no Havaí, e viram dois dos candidatos ao título - Filipe Toledo e Jordy Smith - serem eliminados.

Com a eliminação de Filipinho, Ítalo e Medina garantiram classificação para as Olimpíadas de Tóquio 2020 .

O americano Kolohe Andino segue na briga, mas precisa vencer o campeonato para levantar a taça. O título pode ser decidido em uma final verde-amarela, já que Italo e Medina estão em lados diferentes nas chaves de baterias.

A diferença de pontuação entre os dois é de pouco mais de mil pontos. Para ficar com o título, Medina precisa terminar uma fase à frente de Italo. Se o surfista potiguar perder nas oitavas de final, por exemplo, o paulista se sagra tricampeão mundial caso passe sua bateria e chegue às quartas.

Gabriel Medina em ação arrow-options
WSL / DIVULGAÇÃO
Gabriel Medina em ação

Os dois terão confrontos caseiros. Italo entra na água antes, logo na primeira bateria, contra o paranaense Peterson Crisanto. Medina surfa na quinta bateria, contra o paulista Caio Ibelli.

Nesta quarta de boas ondas em Pipeline, Italo foi o primeiro candidato ao título a entrar em ação. Em uma bateria de notas baixas, ele somou 4,60 e 3,93 para superar o compatriota e amigo Jadson André (8,53 a 7,20).

Na quinta bateria, Filipe Toledo deu adeus às chances de ser campeão. Quarto colocado no ranking, Filipinho começou liderando a bateria contra Ricardo Christie, mas viu o neozelandês conseguir uma nota 7,67 para vencer por 11,04 a 9,84 pontos.

Gabriel Medina conseguiu duas notas excelentes para superar o convidado havaiano Imaikalani deVault, que se classificou para o Pipe Masters por seu desempenho na triagem. Medina disparou na frente com um 8,50 e um 8,57, mas o havaiano reagiu com a melhor nota do confronto, um 9,57, e ficou precisando um 7,50 para virar. Nos minutos finais, as ondas não apareceram e Medina avançou às oitavas.

Italo Ferreira em ação arrow-options
ISA
Italo Ferreira em ação

Terceiro no ranking, o sul-africano Jordy Smith acabou eliminado pelo brasileiro Jesse Mendes. Jordy somou apenas 7,50 pontos, enquanto Jesse reagiu com um 5,17 no fim para alcançar 9,10 pontos e acabar com as chances do adversário - para alegria de Italo e Medina.

Na última bateria do dia, o americano Kolohe Andino superou o havaiano Sebastian Zietz por 10,17 a 8,33 para se manter vivo na briga pela taça de campeão.

BATERIAS DAS OITAVAS DE FINAL:

1 - Italo Ferreira (BRA) x Peterson Crisanto (BRA)
2 - Yago Dora (BRA) x Julian Wilson (AUS)
3 - Ricardo Christie (NZL) x Jack Freestone (AUS)
4 - Seth Moniz (HAV) x Kelly Slater (EUA)
5 - Gabriel Medina (BRA) x Caio Ibelli (BRA)
6 - John John Florence (HAV) x Soli Bailey (AUS)
7 - Jesse Mendes (BRA) x Griffin Colapinto (EUA)
8 - Michel Bourez (FRA) x Kolohe Andino (EUA)