Tamanho do texto

Com o triunfo, Medina é o primeiro goofy campeão em Jeffreys Bay desde 1984, a edição inaugural da etapa sul-africana na elite do surfe mundial

Lance

Gabriel Medina venceu etapa sul-africana do Mundial de surfe arrow-options
WSL / DIVULGAÇÃO
Gabriel Medina venceu etapa sul-africana do Mundial de surfe

Gabriel Medina conquistou seu primeiro título na África do Sul ao vencer o também brasileiro Ítalo Ferreira na final de Jeffreys Bay, nesta sexta-feira - foi a primeira decisão 100% brasileira da história da etapa do Mundial de surfe .

Leia também: "Não tenho mais chances de ir à Olimpíada", diz Adriano de Souza, o Mineirinho

Gabriel Medina deu show nos últimos cinco minutos da bateria final e anotou 19.50, de um máximo de 20 pontos, contra 16.77 de Ítalo para ficar com a taça. 

Com o triunfo, Medina é o primeiro goofy campeão em Jeffreys Bay desde 1984, a edição inaugural da etapa sul-africana na elite do surfe mundial. Goofy, na linguagem do surfe, é a base em que se anda com o pé direito na frente. Mark “Occy” Occhilupo havia sido o último atleta desse estilo de surfar a ser campeão. 

Gabriel Medina venceu etapa sul-africana do Mundial de surfe arrow-options
WSL / DIVULGAÇÃO
Gabriel Medina venceu etapa sul-africana do Mundial de surfe

Com os resultados, Medina subiu da oitava para a sétima colocação no ranking mundial. Ítalo Ferreira, apesar da segunda posição em J-Bay, subiu da sexta à quarta posição do ranking. O líder é Kolohe Andino, que foi eliminado na semifinal, seguido pelo também brasileiro Filipe Toledo. 

"É muito bom. É muito difícil ganhar esse campeonato. Eu não estava esperando essa vitória. Tudo isso começou depois da vitória sobre Ryan Callinan, que virei na última onda. Nada é impossível", disse Medina logo após conquistar a etapa. 

A bateria começou equilibrada. Ítalo anotou um 9.10 logo na primeira onda. Medina não ficou atrás e conseguiu um 9.73 para encostar na disputa. Na reta final da etapa, Ferreira pontuou 7.67 e colocou pressão em Medina. Porém, Gabriel Medina mostrou frieza, e com direito a um tubo sensacional para fechar a onda, anotou um 9.77, somando 19.50 e ficando com o título.

    Leia tudo sobre: Surfe