Tamanho do texto

Uma semana depois de ser vice, o brasileiro levantou o troféu em Manly Beach, Sidney; com 10,980 pontos, agora lidera a divisão de acesso

Jessé Mendes vence o Aberto da Austrália de Surfe
WSL/ Tom Bennett
Jessé Mendes vence o Aberto da Austrália de Surfe

Nas duas primeiras etapas de surfe do QS 6000 na Austrália, só deu Brasil. Na semana passada, o catarinense Yago Dora, de 20 anos, foi o grande campeão em Newcastle. Em Sidney, o pódio do Australian Open of Surfing ficou por conta do paulista Jessé Mendes, 24. Ele, inclusive, foi o vice na decisão com o conterrâneo.

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o surfe e estilo de vida do esporte

Neste último domingo (5), Jessé Mendes levantou o troféu ao bater o australiano e atleta da elite do surfe , Julian Wilson. Por 18.13 a 18.00, uma diferença de 13 centésimos, o local era o favorito ao título e ainda impediu uma outra final brasileira ao barrar o também brasileiro Alex Ribeiro nas semis.

"Estou muito feliz por essa vitória, pois vencer o Julian (Wilson) numa final é uma coisa incrível", disse Jessé Mendes. "Eu sabia que teria que surfar o meu melhor e foi isso o que eu fiz. Eu nunca tinha passado das quartas de final em campeonatos aqui na Austrália, então fazer duas finais e ganhar o título aqui foi fantástico para mim. Eu ganhei uma etapa importante do QS no ano passado (QS 10000 em Cascais, Portugal), mas não me qualifiquei para o CT. Então, começar a temporada com um segundo e um primeiro lugar me dá muito mais confiança para ir em busca do meu sonho esse ano, que é entrar no CT".

A vitória faz com que o brasileiro lidere agora o ranking do Qualifying Series, seguido de Yago Dora, com 7,185 pontos e do francês Jorgann Couzinet, com 6,425. Os brasileiros Alex Ribeiro e Alejo Muniz aparecem na oitava e décima colocação, respectivamente.

LEIA TAMBÉM: Kelly Slater polemiza ao pedir morte de tubarões; veja o porquê

Etapa feminina

Jessé Mendes e Malia Manuel
WSL/ Hayden Smith
Jessé Mendes e Malia Manuel

O título do QS Girls Make Your Move Women's Pro ficou nas mãos da havaiana Malia Manuel. Depois de barrar a atual campeã mundial Tyler Wright nas semis, a jovem da ilha de Kauai venceu a francesa Johanne Defay na final por 17.87 a 16.16.

LEIA TAMBÉM: Italiano pega uma das maiores ondas do mundo em Portugal; assista

"Estou muito feliz por não ter sido a dama de honra hoje (domingo), como no ano passado (quando perdeu a final para Nikki Van Dijk)", disse Malia. "Eu acho que quando você retorna a um evento que você terminou como vice-campeã, você realmente pode colocar muita pressão sobre si mesma para vencer. Eu não queria isso para mim e tentei competir relaxada, que pareceu ter funcionado bem. Foi incrível surfar as baterias aqui com todas as tops do CT e foi um ótimo aquecimento para Snapper Rocks (local da primeira etapa do CT 2017)", completou a havaiana. Aos 23 anos, Malia Manuel ficou na sétima colocação do circuito mundial de surfe no ano passado.

    Leia tudo sobre: surfe