Tamanho do texto

Uruguaio e peruano completam a lista de sul-americanos que seguem na briga para entrar no top-34 da World Surf League

Jessé Mendes, um dos brasileiros na disputa por vaga na elite
Divulgação/WSL
Jessé Mendes, um dos brasileiros na disputa por vaga na elite


A boa fase dos brasileiros no surfe parece não ter fim. Com Filipe Toledo na segunda colocação do Campeonato Mundial (e com grandes chances de conquistar o título), o Brasil tem agora três surfistas na disputa para entrar na elite dos top-34 da World Surf League. 

Sessenta surfistas entraram no mar neste domingo com chances de chegar ao G-10 do WSL Qualifying Series, mas apenas quinze seguiram na briga. É o caso dos brasileiros Jessé Mendes e Deivid Silva e Bino Lopes, que fizeram a primeira dobradinha verde-amarela da Vans Triple Crown of Surfing esse ano e se classificaram para a rodada de estreia dos principais cabeças de chave.

LEIA TAMBÉM:
+ Brasil e Austrália fazem disputa acirrada por título do Mundial de Surfe

O uruguaio Marco Giorgi e o peruano Miguel Tudela completaram a lista de sul-americanos que chegaram à próxima fase da competição, vencendo suas segundas baterias no QS 1000 de Sunset Beach.

Outros oito brasileiros fazem parte da lista dos 32 cabeças de chave que vão estrear na terceira rodada da Vans World Cup, já valendo a classificação para as oitavas de final do QS 10000 de Sunset Beach. São seis integrantes da elite atual da World Surf League: o campeão mundial Gabriel Medina, Adriano de Souza, Italo Ferreira, Wiggolly Dantas, Jadson André e Miguel Pupo, além de duas novidades para a "seleção brasileira" do ano que vem, Caio Ibelli, liderando o ranking do QS, e Alex Ribeiro.


    Leia tudo sobre: surfe
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas