Mais Esportes

enhanced by Google
 

Scheidt e Prada estreiam em Garda com o 3º lugar no geral

Campeão olímpico contou que, junto de seu parceiro, conseguiu acertar o barco em um dia para a competição

Gazeta | 12/05/2011 17:05

Compartilhar:

Depois de uma quarta-feira sem ventos e nenhuma regata disputada na classe Star, Robert Scheidt e Bruno Prada estrearam nesta quinta-feira (12) no Olympic Garda - Eurolimp 2011, em Riva del Garda, na Itália. Após quatro provas completadas, os velejadores encerraram o primeiro dia de competições no terceiro lugar na classificação geral, com 17 pontos perdidos. A liderança é dos italianos Diego Negri e Enrico Voltolini, que somam dez pontos perdidos.

Scheidt e Prada estão competindo com um Lillia emprestado pelo estaleiro - o barco que usaram na disputa do Troféu Princesa Sofia e na Semana Francesa de Vela pertence a Dino Pascolato, que também está na competição em Garda.

"Conseguimos acertar o barco em um dia. Fizemos três regatas boas, mas na terceira cometemos um erro tático e pagamos caro por ele", contou Scheidt, que conseguiu ao lado de Prada dois segundos, um quarto e um nono lugares no primeiro dia de provas.

A quinta-feira de regatas começou cedo em Garda. "A largada da primeira prova foi às 8 horas, com ventos fortes, mas ao longo do dia os ventos foram diminuindo. Mas ainda restam seis regatas até a Medal Race, no domingo", minimizou Bruno Prada.

O proeiro conta que a dupla já vive a expectativa da chegada do novo barco, um PStar, americano, comprado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) com recursos da Lei de Incentivos Fiscais. "O barco deve estar disponível para nós, aqui na Europa, no começo de julho", explicou.

Para a competição em Garda estão previstas uma fase classificatória, com dez regatas, e a Medal Race. Com três regatas completadas, a competição será considerada válida. Quando cinco ou mais provas da fase classificatória forem completadas, os velejadores terão direito ao descarte do pior resultado.

A Medal Race, para os dez primeiros colocados na fase de classificação, tem pontuação dobrada, que não pode ser descartada. No caso de empate entre velejadores na classificação geral após a Medal Race, será favorecido o que tiver melhor colocação na Medal Race.

Confira a classificação geral após 4 regatas:

1º) Diego Negri e Enrico Voltolini, Itália, 10 pontos perdidos (3+3+1+3)
2º) Fredrik Loof e Max Salminen, Suécia, 12 pontos perdidos (4+1+2+5)
3º) Robert Scheidt e Bruno Prada, Brasil, 17 pontos perdidos (2+2+9+4)
4º) Robert Stanjek e Frithjof Kleen, Alemanha, 23 pontos perdidos (1+5+16+1)
5º) Pietro D'Ali e Nando Colaninno, Itália, 24 pontos perdidos (13+4+5+2)

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo