Mais Esportes

enhanced by Google
 

Pólo feminino usará Xangai como preparação para o Pan

Técnico do elenco brasileiro, Roberto Chiappini, admitiu que o time teve pouco tempo para treinar e se entrosar

Gazeta | 13/07/2011 09:14

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O polo aquático feminino do Brasil pegou um grupo forte na primeira fase do 14º Mundial de Esportes Aquáticos, em Xangai, com um trio de equipes européias. Logo na estreia, o grupo brasileiro enfrentará a Rússia, campeã do Campeonato Europeu, e pega ainda Grécia e Espanha. a situação faz o time utilizar a competição como teste para o Pan-Americano de Guadalajara.

O técnico do elenco brasileiro, Roberto Chiappini, admitiu que o time teve pouco tempo para treinar e se entrosar. Por conta disso, ele sabe que as partidas do Mundial servirão como uma boa preparação para o Pan de Guadalajara, principal meta do ano.

"Nosso principal objetivo é o Pan, no México. Jogamos muito pouco na fase de treinamento e podemos sentir falta de ritmo de jogo. Na preparação física estamos bem. Desta vez não acontecerá de cansarmos no final do jogo, pois poderemos manter nosso padrão em todos os quartos. Mas, às vezes, um leigo acha que ao errarmos uma jogada boba que origina um contra-ataque adversário, é por falta de preparo físico, quando na verdade pode ser falta de ritmo", disse Chiappini.

O técnico brasileiro foi sincero ao analisar os primeiros adversários do Brasil no Mundial. "Nossos rivais, após o primeiro dia, são de países renomados na modalidade, onde há campeonatos bem fortes. Os campeonatos na Grécia, assim como na Espanha, possuem equipes fortes, que disputam títulos europeus. Mas nestes jogos sei que o time jogará melhor, por já ter passado a tensão de primeiro jogo", relatou.

"Se tivéssemos derrotado Cuba, na seletiva para o Mundial, ficaríamos em primeiro e poderíamos ter pego o grupo delas, que enfrentarão dois adversários difíceis - Itália e China - mas terminam com um time mais fraco, a África do Sul. Com uma vitória sobre as sul-africanas, Cuba pode garantir vaga na disputa do 9º ao 12º lugar", lamentou o treinador brasileiro.

No último Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma-2009, o Brasil terminou na 13ª colocação. Os EUA foram os campeões, com a prata indo para o Canadá. Na ocasião, os dois primeiros adversários do Brasil em Xangai lutaram pela medalha de bronze, com o resultado de Rússia 10 x 9 Grécia. Já a Espanha terminou na 8ª posição.

Confira a programação do polo aquático feminino do Brasil na fase inicial do Mundial de Xangai (hora de Brasília):

17/7 (domingo)
4h - Brasil x Rússia

19/7 (terça)
2h30 - Brasil x Grécia

20/7 (quarta)
22h30 - Brasil x Espanha

Grupos:
A) Holanda, Cazaquistão, EUA e Hungria
B) Austrália, Nova Zelândia, Canadá e Uzbequistão
C) Brasil, Rússia, Espanha e Grécia
D) Cuba, Itália, China e África do Sul

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo