Mais Esportes

enhanced by Google
 

Laudo de farmácia deixa aberta possibilidade de contaminação

Para o médico Cláudio Cardone, farmácia admitiu ter manipulado furosemida horas antes de suplemento de Cielo

Pedro Taveira, iG São Paulo | 05/07/2011 07:10

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O médico Cláudio Cardone, da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) revelou que o laudo da farmácia Anna Terra, de Santa Bárbara D'Oeste, não confirma, mas deixa aberta a possibilidade de contaminação cruzada na manipulação do suplemento alimentar de Cesar Cielo, Henrique Barbosa, Nicholas Santos e Vinícius Waked. Ao contrário do que afirmou a médica Sandra Soldan, também da CBDA, a farmácia não admite erro, mas reconhece que manipulou furosemida antes de produzir o remédio dos nadadores.

“A farmácia apresentou um documento que apenas diz que é a responsável por manipular a cafeína dos suplementos alimentares do Cielo e que, no dia que manipulou, horas antes e por duas vezes, manipulou a furosemida pra fabricar outro remédio”, afirmou Cardone ao iG.

Na última sexta-feira, Sandra Soldan disse que uma farmácia de Santa Bárbara d’Oeste havia admitido erro na manipulação dos suplementos. Por meio de seu advogado, a empresa desmentiu a médica e ameaçou processar a CBDA por danos morais.

Responsável pelo Painel de Doping da CBDA, que definiu uma advertência como punição aos atletas, Eduardo de Rose também apresentou versão diferente à de Soldan e igual à de Cardone.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo