Mais Esportes

enhanced by Google
 

Juliana Veloso sofre estiramento e não disputa Mundial de Xangai

Saltadora se contundiu quando fazia um treino físico. Sua presença no Pan ainda não é confirmada

iG São Paulo | 28/06/2011 13:08 - Atualizada às 13:30

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

A seleção brasileira de saltos ornamentais que participará do Mundial de Xangai (China), em julho, sofreu uma baixa nesta terça-feira, com o corte anunciado da saltadora Juliana Veloso. A atleta realizava um treinamento físico no Fluminense, clube pelo qual compete, quando sentiu uma forte dor na panturilha esquerda. Após exames, foi constatado um estiramento e a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) foi obrigada a cortá-la do Mundial de Esportes Aquáticos.

"Eu estava correndo em volta do campo de futebol quando senti o que parecia uma pedrada na panturrilha esquerda. O exame constatou estiramento em grau 3, mas sem necessidade de cirurgia, bem parecido ao que aconteceu comigo no Mundial de Melbourne, em 2007, mas na outra perna. Só volto aos treinos daqui a três ou quatro semanas", afirmou Juliana, chateada com a lesão.

Primeira saltadora do Brasil a conquistar uma medalha em Jogos Pan-Americanos, Juliana Veloso já tinha presença assegurada no Mundial de Xangai desde abril, quando ela e Hugo Parisi obtiveram o índice no GP de Montreal. Além dos dois, a equipe convocada pelos técnicos Ricardo Moreira, Andréia Boehme e Roberto Gonçalves também é composta por César Castro e Rui Marinho. Atualmente, Juliana vem se dedicando para as provas de trampolim de 3 metros.

A CBDA não informou ainda se levará alguém na vaga de Juliana. Para o Pan de Guadalajara, a situação da saltadora ainda será definida pela entidade, de acordo coma recuperação da lesão.

Tomada de índice

Nesta terça-feira, começou no Parque Aquático Júlio Delamare a Tomada de Índice de Saltos Ornamentais para o Pan de Guadalajara. E logo no primeiro dia do evento dois atletas asseguraram a vaga: César Castro, no trampolim de 3 metros e Andressa Mendes, na plataforma. Castro confirmou o favoritismo e superou a marca exigida de 360 pontos com facilidade, ao atingir 433,80 pontos. Já Andressa, medalha de prata na plataforma no Sul-Americano Juvenil deste ano, em Santiago, marcou 288 pontos, superando em 38 o índice necessário para ir ao México.

O torneio se encerra nesta quinta-feira, com as disputas das seletivas de Trampolim de 3m, Plataforma, Sincronizado de 3m e Sincronizado Plataforma, todas provas nas categorias masculino e feminino.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo