Mais Esportes

enhanced by Google
 

Felipe França reclama de polêmica: "pessoal não tem o que fazer"

Campeão mundial foi acusado de ter dado uma golfinhada ilegal no final dos 50m peito

Gazeta | 02/08/2011 21:05

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O brasileiro Felipe França, campeão mundial dos 50m peito em Xangai, na última semana, chegou nesta terça-feira a São Paulo e reclamou sobre a polêmica criada em cima de sua vitória. Nos metros finais de prova, o nadador teria dado uma golfinhada, permitida apenas quando o atleta está totalmente submerso após a largada do nado estilo peito, mas nenhum dos juízes viu o movimento e o brasileiro ficou com a medalha de ouro, com o tempo de 27s21.

"Na hora que eu vi isso, pensei 'o pessoal não tem o que fazer, vai procurar alguma coisa para fazer'. Mas depois conversei com meu técnico, fiquei mais aliviado e estou com a medalha ainda", avaliou França, que no Mundial de Roma-2009 ficou com a prata nos 50m peito e reclamou de golfinhadas do sul-africano Cameron Van Der Burgh, campeão na ocasião.

A suspeita foi levantada pelo site norte-americano, 'Swimming World Magazine', que utilizou imagens de uma câmera subaquática para apontar a golfinhada. De acordo com as regras da Federação Internacional de Natação (FINA), não é permitido utilizar recursos de vídeo para determinar eventuais irregularidades nas provas, o que impossibilitaria uma punição a França e a mudança do resultado.

"Ele tocou na frente de todo mundo. Esporte em câmera lenta só existe para a televisão. O esporte na vida real é o que acontece na hora do jogo, na hora do campo, e o que aconteceu foi legal, porque os árbitros consideraram assim. Ele é campeão e não tem nenhuma ilegalidade no que ele fez", afirmou o técnico de França, Arílson Soares.

 

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo