Mais Esportes

enhanced by Google
 

Felipe França defende Cielo, mas aprova rigor em antidoping

Nadador diz que posturas de Wada e Fina são válidas, mas confia em absolvição de campeão olímpico por uso de furosemida

Pedro Taveira, iG São Paulo | 12/07/2011 12:37

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

O nadador Felipe França lamentou a situação vivida por Cesar Cielo. Amigo do campeão olímpico, França defendeu Cielo de qualquer parcela de culpa que tenha no  e diz ter certeza que ele irá competir no Mundial de Xangai. Porém, aprovou o rigor imposto pela Wada (Agência Mundial Antidoping) em casos de doping, o que pode tirar Cielo não só do torneio chinês, mas também das Olimpíadas de 2012.

LEIA TAMBÉM: "Pensei que o pessoal fosse ficar mais atento", diz Daynara

“É um situação muito ruim. Espero que [Cielo] seja absolvido do que for injusto”, afirmou França durante o embarque da seleção brasileira para o Mundial, na madrugada de segunda-feira – Cielo driblou a imprensa ao antecipar sua viagem e não aparecer no aeroporto de Cumbica. “Infelizmente ainda não tive contato com ele [após a divulgação do doping]. É um grande amigo meu e tenho certeza de que vai competir”.

Por outro lado, o nadador, que irá disputar os 50m e 100m peito em Xangai, disse serem corretas as posturas de Wada e Fina (Federação Internacional de Natação) em não tolerarem casos de doping no esporte. “É muito válido. O atleta tem que ter isso em cima dele”.

Flagrado em exame antidoping pelo uso da substância furosemida durante o Troféu Maria Lenk, em maio, Cesar Cielo alegou contaminação cruzada de um suplemento alimentar e apenas foi advertido pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos). Nicholas Santos, Vinícius Waked e Henrique Barbosa também estão envolvidos.

Sem concordar com a decisão brasileira, a Fina apelou à CAS (Corte Arbitral do Esporte) por uma pena maior. Cielo ficará inelegível para os Jogos de Londres se for suspenso por ao menos seis meses. Foi pedida urgência no julgamento do caso e a sentença pode sair até o dia 24 de julho, data de início das provas de natação do Mundial.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo