Mais Esportes

enhanced by Google
 

Do ouro olímpico ao doping: relembre a carreira de Cesar Cielo

Fenômeno da natação mundial, trajetória do brasileiro é marcada por grandes conquistas, mas caso de doping deixa sua marca

iG São Paulo | 21/07/2011 08:50

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Apenas advertido pela CAS (Corte Arbitral do Esporte) no caso de doping por furosemida, Cesar Cielo pode se concentrar única e exclusivamente no Mundial de Xangai. No entanto, marcada por grandes conquistas, a carreira do maior nadador da história brasileira definitivamente ganha uma marca negativa por este assunto, apesar do final feliz.

VEJA TAMBÉM: Cobertura completa do caso Cesar Cielo

Relembre abaixo os altos e baixos da trajetória do campeão olímpico e mundial:

<span>Glória máxima para o brasileiro veio nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>O atleta parecia não acreditar que havia se tornado campeão olímpico nos 50m livre</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <strong>Publicidade</strong> <span>Nadador não conseguiu conter a emoção no pódio de Pequim</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Série vitoriosa prosseguiu no Mundial de Roma, em 2009</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Além dos 100m, Cielo ficou com o ouro nos 50m livre no Mundial de Natação</span> - <strong>Foto: AFP</strong> <span>Na final dos 50m, Cielo bateu o francês Frederick Bousquet, seu rival também em Xangai</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Títulos mundiais renderam uma visita do nadador ao então presidente Lula em Brasília</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Após anos defendendo o Pinheiros, Cielo acertou sua transferência para o Flamengo no início de 2010</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Mas Cielo teve seu primeiro grande tropeço no Pan-Pacífico daquele ano</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>O atleta teve de se contentar com a prata nos 50m livre e rompeu com o treinador Brett Hawke</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Sequência de vitórias foi retomada no Mundial de piscina curta, realizado em Dubai</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>No início de 2011, Cielo anunciou sua volta definita ao Brasil para liderar o grupo de elite P.R.O. 16</span> - <strong>Foto: Futura Press</strong> <span>De volta ao Brasil, Cielo passou a treinar novamente com o antigo parceiro Albertinho</span> - <strong>Foto: Satiro Sodré/Divulgação AGIF</strong> <span>No Maria Lenk 2011, surpresa: Cielo ficou atrás do jovem Bruno Fratus nos 50m livre</span> - <strong>Foto: Divugação</strong> <span>Uma vez mais, Cielo retomou o caminho das vitórias. Foram três medalhas de ouro no Aberto de Paris 2011</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>No fim de junho de 2011, a notícia do doping caiu como um peso sobre o campeão</span> - <strong>Foto: Gazeta Press</strong> <span>O brasileiro, no entanto, conseguiu escapar apenas com uma advertência</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Ainda adolescente, Cielo começou a se destacar no Troféu José Finkel de 1995</span> - <strong>Foto: Gazeta Press</strong> <span>No Pan-Americano 2007, Cielo surpreendeu a todos ao conseguir resultados expressivos</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong> <span>Foram três medalhas de ouro no Rio de Janeiro, além de uma de prata</span> - <strong>Foto: Getty Images</strong>

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo