Mais Esportes

enhanced by Google
 

"Depois dessa, nada me derruba mais", diz Cielo após conquista

Maior nadador da história brasileira desabafou após assegurar melhalha de ouro nos 50m borboleta no Mundial de Xangai

iG São Paulo | 25/07/2011 09:45 - Atualizada às 11:43

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Campeão mundial dos 50m borboleta em Xangai, Cesar Cielo finalmente desabafou. Em poucas palavras, o brasileiro deu uma amostra de tudo o que passou nas últimas semanas e a resposta não poderia ter vindo em lugar e momento melhores: nas piscinas durante uma final de Mundial. Após chorar muito ainda na piscina e também no pódio, o nadador mostrou que o caso de doping em que esteve envolvido serviu para deixá-lo ainda mais forte.

“Isso tudo mudou muito minha percepção sobre as coisas que são importantes. Quando a gente chega ao fundo do poço, vê o que é importante mesmo na vida. Depois dessa, nada me derruba mais”, afirmou Cielo à TV Record. "Esta medalha de ouro tem um sentimento diferente das outras. Foi a [vitória] mais difícil que eu tive na minha vida".

LEIA TAMBÉM: Cielo supera desconfiança e é campeão mundial nos 50m borboleta

<span>Depois do hino e muito choro, Cielo posa para foto oficial</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Antes de cair na água, Cesar Cielo faz sua tradicional preparação</span> - <strong>Foto: AP</strong> <strong>Publicidade</strong> <span>Cielo mergulha para final dos 50m borboleta no Mundial</span> - <strong>Foto: AFP</strong> <span>Brasileiro olha para cronômetro após completar prova em Xangai</span> - <strong>Foto: AP</strong> <span>Cielo vibra muito ao completar prova em primeiro lugar</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>Visivelmente aliviado, Cielo caiu no choro assim que viu o resultado</span> - <strong>Foto: Divugação</strong> <span>Já no pódio, Cielo olha para medalha de ouro, sua terceira em Mundiais</span> - <strong>Foto: Divugação</strong> <span>Assim como na piscina, brasileiro não conteve o choro durante premiação</span> - <strong>Foto: Divugação</strong> <span>Chorando muito, campeão mundial teve de ser consolado por rivais </span> - <strong>Foto: Divugação</strong>

Nesta segunda-feira, o maior nadador brasileiro na história adicionou mais um feito a seu currículo. O título nos 50m borboleta lhe rende a terceira medalha de ouro em Mundiais de Esportes Aquáticos. Em Xangai, ele ainda irá defender as conquistas de Roma 2009 nos 50m e 100m livre.

Tudo isso, no entanto, era uma incógnita até quinta-feira da semana passada. Foi somente neste dia que Cielo descobriu que poderia disputar a competição na China. Flagrado em exame antidoping pelo uso da substância furosemida durante o Troféu Maria Lenk, em maio, o brasileiro tinha sua suspensão pedida pela Fina (Federação Internacional de Natação). CAS (Corte Arbitral do Esporte) rejeitou a apelação e manteve a pena branda aplicada anteriormente pela CBDA (Confederação Brasileira de Deportos Aquáticos).

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo