Mais Esportes

enhanced by Google
 

Cielo dribla imprensa e até membro da CBDA e antecipa viagem ao Mundial

Em meio a caso de doping, atleta deixou chefe de delegação com passagem em mãos ao embarcar na madrugada de domingo

Pedro Taveira, iG São Paulo | 11/07/2011 02:12

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Cesar Cielo não apareceu para o embarque da seleção brasileira de natação, marcado para a madrugada desta segunda-feira, ao Mundial de Xangai, na China. Envolvido em caso de doping pelo uso da substância furosemida, o nadador driblou a imprensa e até o chefe de delegação da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) e antecipou sua viagem.

Na fila para o check-in no aeroporto de Cumbica, informações sobre a presença ou não do campeão olímpico se desencontravam. Responsável pelas passagens aéreas, o doutor Marcos Bernhoeft mostrou à reportagem bilhetes em nomes de Cielo e Alberto Silva, seu técnico. No entanto, dois nadadores da equipe nacional admitiram que ambos embarcaram na madrugada do último domingo.

Flagrado em exame antidoping na última edição do Troféu Maria Lenk, em maio, Cielo tem evitado a imprensa desde 1º de julho, quando o painel da CBDA divulgou o fato. Publicamente, o atleta se limitou a ler um comunicado em que alega inocência, pede para que o povo brasileiro “reze o triplo” por ele e diz que “quem não deve não teme”.

Advertido pela CBDA, Cielo teve sua punição contestada pela Fina (Federação Internacional de Natação). A entidade apelou à CAS (Corte Arbitral do Esporte) por uma pena maior. Uma suspensão de pelo menos seis meses excluirá o atleta dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, por violar regra da carta do COI (Comitê Olímpico Internacional).

Na última semana, a CAS revelou o pedido de urgência por parte da Fina na avaliação do caso. O Tribunal informou que, se for de acordo entre todos os envolvidos, o veredicto pode ser anunciado até o próximo dia 24, data de início das provas de natação do Mundial. Somente nesta data Cielo saberá se poderá competir no torneio.

Foto: Getty Images

Julgamento por doping na CAS pode deixar Cesar Cielo de fora das Olimpíadas de Londres, em 2012

Demais membros da delegação brasileira se apresentaram normalmente. A única exceção foi Thiago Pereira, que partirá dos Estados Unidos para se juntar ao grupo. A seleção tomou voo para Doha, no Catar, e em seguida viaja para Macau, onde será feita a aclimatação dos atletas para a competição.

Entenda o caso
Cesar Cielo foi flagrado em exame antidoping durante o Troféu Maria Lenk, em maio. O campeão mundial testou positivo para furosemida, diurético que pode mascarar a presença de outras substâncias proibidas. Nicholas Santos, Vinícius Waked e Henrique Barbosa também foram pegos. Todos alegam contaminação cruzada de um suplemento alimentar à base de cafeína.

No dia 1º de julho, o painel antidoping da CBDA optou por aplicar uma advertência aos atletas após analisar dados técnicos dos exames e receber um laudo da farmácia responsável pela manipulação do suplemento. Neste, ficaria aberta a hipótese da contaminação. Na última semana, porém, a Fina apelou desta decisão à CAS e pediu uma punição maior aos nadadores. A decisão pode sair até 24 de julho.

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo