Mais Esportes

enhanced by Google
 

Brasil terá 20 nadadores no Mundial de Xangai

Campeão mundial e olímpico, o nadador César Cielo é o destaque do país no torneio, disputando cinco provas

AE | 08/05/2011 15:46

Compartilhar:

selo

Foto: AE Ampliar

Cesar Cielo disputará cinco categorias no torneio que será disputado em julho na China

O Brasil terá vinte representantes na natação do Mundial de Esportes Aquáticos, que acontece em julho, em Xangai. A equipe que tinha 11 nomes até o começo do Troféu Maria Lenk, ganhou nove nadadores após o fim da principal competição brasileira do primeiro semestre, neste domingo.

O destaque da equipe, como não poderia ser diferente, é o campeão mundial e olímpico Cesar Cielo, que tem índice para três provas no individual - 50m e 100m livre e 50m borboleta - e que está qualificado também para nadar os revezamentos 4x100m livre e o 4x100m medley. Para evitar o desgaste do atleta do Pinheiros, a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) pode optar por levar mais um reserva para nadar as eliminatórias do 4x100m livre no lugar de Cielo. Bruno Fratus fará companhia a ele nos 50m e nos 100m livre.

Quem também nadará muitas provas é Thiago Pereira, qualificado para os 200m e os 400m medley, 200m peito e 200m costas no individual, além do 4x200m livre. O atleta do Minas Tênis também pode ter um reserva nadando no seu lugar nas eliminatórias do revezamento, para focar nas provas individuais.

Felipe França é esperança de medalha para o Brasil nos 50m e nos 100m peito, prova em que terá a companhia de seu xará Felipe Lima. No nado borboleta, o País terá representantes em todas as provas. Nicholas Santos nada os 50m, Kaio Márcio os 100m e os 200m e Leonardo de Deus apenas os 200m. A equipe masculina tem ainda Henrique Rodrigues nos 200m medley.

O 4x100m livre tem como titulares Cesar Cielo, Bruno Fratus, Nicholas Santos e Nicholas Oliveira. O revezamento 4x200m terá André Schultz, Nicolas Oliveira, Rodrigo Castro e Thiago Pereira. No medley, nadam: Guilerme Guido (costas), Felipe França (peito), Kaio Márcio (borboleta) e Cesar Cielo (crawl).

A equipe feminina terá apenas duas atletas nadando provas individuais: Fabíola Molina, nos 100m costas e Daynara de Paula, que vai competir nos 100m borboleta. Outras quatro brasileiras nadarão revezamentos. No 4x100 medley, o Brasil terá, além das duas, também Tatiana Lemos (crawl) e Carolina Mussi (peito). O 4x100 livre será composto por Daynara de Paula, Tatiana Lemos, Flávia Delaroli e Michelle Lenhardt.

A decisão da CBDA de estipular índices altos para o Mundial fez com que sete finalistas em Roma fiquem de fora destas provas em Xangai. Nicholas Oliveira (8.º nos 100m livre), Daynara de Paula (5.ª nos 50m borboleta), Fabíola Molina, (8.ª nos 50m costas), João Gomes Junior (7.º nos 50m peito), Henrique Barbosa (8.º nos 100m e 7.º nos 200m peito), Gabriel Mangabeira (8.º nos 100m borboleta) e Gabriela Silva (5.ª nos 100m borboleta) não vão poder tentar melhorar os resultados de dois anos atrás. Os últimos quatro nem vão à China.

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo